Num pequeno vídeo partilhado esta segunda-feira à noite, 17 de outubro, Barack Obama fez um apelo aos 'millennials' para que votem nas eleições de 8 de novembro e que ajudem a dar continuidade às conquistas do seu governo.

Mas Colbert, no papel de 'Randy', um gerente sem qualquer noção, não ficou impressionado. "55. Momento difícil para um homem começar de novo", disse, ao observar o currículo de Obama.

"Não vejo nenhuma promoção nos últimos oito anos. Isto nem sempre é bom. Pode explicar isto?", pergunta Colbert.

"Honestamente, não havia muito espaço para avanço no meu último emprego", respondeu Obama. "A única pessoa com uma posição mais poderosa era minha esposa", acrescentou.

O atual presidente norte-americano não deu indícios do que pode fazer depois de deixar a Casa Branca em janeiro, mas o democrata não pareceu apressado em deixar o cenário político.

"Sabe o que amo realmente fazer? Encorajar os jovens dos Estados Unidos a sair para ir votar em novembro, para que o bom trabalho que fizemos nos últimos oito anos possa continuar no futuro", disse.

Obama não disse em quem os norte-americanos deveriam votar, mas quando Colbert apresentou uma escolha entre "uma barra de cereais e fibras extra com nutrientes, que viajou para mais de 100 países, ou esta tangerina enrugada coberta com pelos de um golden retriever, repleta de bílis e com a qual não deixava sozinha a mulher". Obama respondeu: "Acho que vou ficar com a barra de nutrientes."

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.