Na emissão deste domingo, dia 31 de maio, de "Primeiro Jornal", da SIC, Bento Rodrigues apresentou duas imagens que, nas palavras do jornalista, são o "exemplo do paradoxo que vivemos". “Começamos com estas duas imagens, o mais poderoso exemplo do paradoxo que vivemos. O mundo mais avançado de sempre e a barbárie. Uma nave a caminho do espaço e as ruas onde estão por cumprir a chave da civilização, que todos nascem e vivem iguais", explicou.

"Um negro que morre às mãos da polícia a implorar ao carrasco ‘não consigo respirar’ e um país que rejubila com um histórico aos voos tripulados ao espaço, nove anos depois", lembrou no início do espaço informativo da SIC.

"Uma nação negra que explode numa luta pelos direitos civis, mas que é agora raiva, destruição e pilhagem; e um prodígio da tecnologia que acaba com a dependência americana da Rússia (...) numa manobra limpa, automática e serena. Cá em baixo, mais um dia de pedra e bastão em dezenas de cidades, numa onde que ninguém sabe como e onde vai terminar", disse Bento Rodrigues.

Veja o vídeo (se não conseguir ver o vídeo, clique aqui):

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.