"Big Brother - Duplo Impacto" estreia-se a 4 de janeiro de 2021 na TVI. Esta sexta-feira, Cristina Ferreira, Cláudio Ramos e Teresa Guilherme apresentaram a nova edição do reality show que se estreou em Portugal em 2000, há 20 anos.

A nova edição do programa será conduzida por Cláudio Ramos e Teresa Guilherme, a primeira dupla a apresentar o formato. "No fundo, sou a madrinha deste casamento. Quando se juntarem os dois, como é que vai ser? Os estilos dos dois são completamente diferentes, vai ter de haver uma mistura. Esse é grande desafio e o entusiasmo dos dois: de repente como é a que Teresa vai casar com o Cláudio? Como é que o Cláudio vai casar com a Teresa? Naquilo que conheço dos dois, acho que vai ser na perfeição", frisou Cristina Ferreira, acrescentando que os dois vão aprender. "Vão poder fazer a dupla perfeita naquele espaço", promete.

"Vamos misturar concorrentes do 'Big Brother' da Teresa com concorrentes do 'Big Brother' do Cláudio Ramos, mas... não só. Há espaço para a entrada de outros concorrentes: podem ser de outros reality shows, podem ser famosos, podem nunca ter aparecido na televisão, podem ter ter trabalhado no 'Big Brother'. Mas isso ninguém sabe, só nós", explicou a diretora de entretenimento e ficção da TVI, contando que todos os concorrentes foram convidados.

Em conversa com os jornalistas, Teresa Guilherme frisou que será um grande desafio apresentar em dupla, recordando que o fez com Manuel Luís Goucha há mais de 30 anos. "Mesmo em dupla, lado a lado, (...) só fiz com o Manel. Foi há 30 e muitos anos", lembrou.

"Cresci a vida toda a ver a Teresa, vejo os formatos todos há 20 anos. (...) Ela tem um estilo muito próprio, mas eu tenho uma missão: vou querer desconstruí-la", contou Cláudio Ramos. "Mas não me vai deixar. Eu quero divertir-me e quero que ela se divirta. Só assim faz sentido. Acho que os espectadores vão ficar a ganhar porque são dois registos diferentes, num formato que os espectadores conhecem, mas que se pode reinventar", rematou o apresentador.

Em conversa com os jornalistas, Cristina Ferreira lembrou ainda que este projeto está a ser preparado "num tempo muito especial a nível de saúde". "Isso tem de estar muito presente. (...) Temos sempre muitos suplentes que podem entrar em vez de outros e, portanto, só vamos saber quem vai entrar quase no dia anterior". "A televisão de hoje é muito mais complicada de fazer do que aquela que fazíamos há um ano. Temos de ter isso em atenção", rematou.

Para Teresa Guilherme, Cristina Ferreira tem ainda um pedido especial. "Não o deixes cantar", pediu, em tom de brincadeira, a diretora de entretenimento e ficção da TVI. Já os apresentadores sugeriram dividir 'tarefas' e, enquanto um canta, o outro pode dançar.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.