O filme "Amor Amor", do realizador Jorge Cramez, inspirado numa peça de teatro de Pierre Corneille, estreia-se na quinta-feira nos cinemas portugueses.

"Amor Amor", segunda longa-metragem de Jorge Cramez, é apresentada como uma "comédia dramática de enganos" sobre dois casais, inspirada em "La place royale", do autor francês Pierre Corneille.

A interpretação ficou por conta de Jaime Freitas, Ana Moreira, Nuno Casanovas, Margarida Vila Nova e Joana de Verona.

O filme tem estreia comercial quase um ano depois de ter integrado a competição internacional do IndieLisboa 2017.

"Amor Amor" é a segunda longa-metragem de ficção de Jorge Cramez, mais de uma década depois de "O Capacete Dourado", que integrou a competição do festival de Locarno.

Jorge Cramez, 54 anos, é licenciado em Comunicação Social, estudou cinema, trabalhou na Cinemateca e escreveu para a imprensa portuguesa. Foi anotador e assistente de realização, trabalhando com nomes como João César Monteiro, João Mário Grilo, José Álvaro Morais, Werner Schroeter, Joaquim Leitão, Luís Filipe Rocha.

Além de "O Capacete Dourado" e "Amor Amor", é autor de seis curtas-metragens.

Trailer.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.