"The Accountant - Acerto de Contas" entrou em primeiro lugar para as bilheteiras dos EUA no seu fim-de-semana de estreia.

O filme fez 24,7 milhões de dólares, melhor do que esperavam os analistas, o que é prometedor para um projeto que custou apenas 40 milhões de dólares.

Seja como for, as bilheteiras continuam em ritmo morno desde a abertura de "Esquadrão Suicida" a 5 de agosto com 133 milhões.

Desde então, "Salsicha Party" (34,3 milhões),  "Milagre no Rio Hudson" (35) e "Os Sete Magníficos" (34.7 million) foram as maiores estreias e espera-se que a chegada de "Inferno" a 28 de outubro e principalmente "Doutor Estranho" a 4 de novembro finalmente agitem o mercado.

Para Ben Affleck, o resultado de "The Accountant - Acerto de Contas" é uma boa notícia pois confirma o que se espera de uma estrela de cinema: conseguir atrair multidões às salas de cinema apenas pelo seu nome num filme.

Sem a 'segurança' de um filme de super-heróis como 'Batman v Super-Homem' ou a glória dos Óscares conquistados com "Argo", o ator arriscou numa história 'nova' sobre um génio matemático que também é assassino contratado e as receitas de bilheteira assemelham-se mais às de "A Cidade" (2010), que arrancou com 23,8 milhões, e menos às de "Jogo de Risco" (2013), que desiludiu com apenas 7,7 milhões. A estreia em Portugal está marcada para 3 de novembro.

Em segundo melhor nas bilheteiras dos EUA ficou outra estreia, o filme-concerto "Kevin Hart: What Now?", com 12 milhões, um valor sólido para o género. Custou 12 milhões, o que significa que o estúdio acabará por conseguir algum lucro.

Já a entrar na segunda semana de exibição, "A Rapariga no Comboio" caiu 51% e conseguiu também 12 milhões. Já conseguiu nos EUA 46,6 milhões, ligeiramente mais do que o seu orçamento, mas a melhor notícia é que também é popular a nível internacional.

Trailer "The Accountant - Acerto de Contas".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.