Após ter sido uma personagem muito secundária em "Era Uma Vez em... Hollywood", de Quentin Tarantino (era o marido de Sharon Tate, interpretada por Margot Robbie), o cineasta Roman Polanski terá um papel muito mais relevante no próximo filme como realizador de Ben Affleck.

Será o seu terceiro filme, após o sucesso nos Óscares com "Argo" (2012), a que se seguiu. com menos impacto, "Viver na Noite" (2016).

Segundo o Deadline Hollywood, já foi assinado o contrato para fazer "The Big Goodbye" [O Grande Adeus, em tradução literal], sobre a rodagem do clássico do cinema "Chinatown", que o realizador polaco dirigiu em 1974 com Jack Nicholson e Faye Dunaway.

O projeto será para a Paramount, precisamente o estúdio que lançou "Chinatown".

Não se sabe se irá aparecer à frente das câmaras, mas além de ser o realizador, Ben Affleck também vai adaptar para o grande ecrã o livro editado este ano de Sam Wasson, "The Big Goodbye: Chinatown and the Last Years of Hollywood" [o Grande Adeus, Chinatown e os últimos anos de Hollywood].

Não faltam histórias sobre o que terá sido a rodagem do que é considerado um dos melhores filmes da história do cinema: Roman Polanski e Faye Dunaway tiveram uma relação complicada, com o primeiro a arrancar alguns fios do cabelo da segunda, que por sua vez atirou um copo com a sua urina à cara do realizador quando este não a deixou ir à casa de banho.

Para um conhecido apaixonado pela história do cinema como é Ben Affleck, o projeto tem outro atrativo: à volta da história de "Chinatown" paira o colapso iminente da Hollywood onde os realizadores tinham bastante poder criativo, que seria substituída nos anos seguintes pelo sistema empresarial que domina até à atualidade.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.