Catherine Deneuve, de 69 anos, atriz de clássicos como «A Bela de Dia» (1967), de Luis Buñuel, e «Repulsa» (1965), de Roman Polanski, receberá um prémio honorário pelo seu trabalho em mais de 100 filmes, informou a Academia Europeia do Cinema no seu site.

«Seja como beleza misteriosa, como dona de casa burguesa ou vampira bissexual, Catherine Deneuve contribuiu com momentos inesquecíveis para o mundo do cinema», considerou a Academia.

Deneuve obteve o seu primeiro César, o principal prémio de cinema francês, em 1980 com «O Último Metro», de François Truffaut, e foi nomeada para um Óscar pelo seu papel em «Indochina» (1992), de Regis Wargnier.

Já o realizador espanhol, de 63 anos, receberá um prémio pela sua contribuição para a influência do cinema europeu no mundo. « Pedro Almodóvar ganhou praticamente todos os prémios que existem e os seus filmes tiveram um papel importante no modo como vemos não apenas a Espanha, mas também o cinema europeu», sublinha a Academia no seu comunicado.

Revelado a nível internacional com «Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos» (1988), realizou filmes como «Saltos Altos» (1991), «Ata-me» (1990), «Tudo Sobre a Minha Mãe» (1999), «Má Educação» (2004) ou «Voltar» (2006). Com «Fala com Ela» (2002), Almodóvar ganhou um Óscar para o Melhor Argumento Original.

Os Prémios do Cinema Europeu serão entregues em dezembro, em Berlim.