"Custódia Partilhada", de Xavier Legrand, venceu os Prémios César, a maior distinção do cinema francês, numa cerimónia realizada esta sexta-feira à noite em Paris.

Nesta 44.ª edição dos prémios, havia um filme português nomeado: "Entre Sombras", de Alice Eça Guimarães e Mónica Santos, estava indicado para melhor curta de animação, tendo perdido para "Vilaine fille", de Ayce Kartal.

"Custódia partilhada", um intenso drama de medos e mágoas que tem como pano de fundo uma situação de violência doméstica entre um casal, o divórcio e um filho menor, venceu ainda argumento original, de montagem e de interpretação feminina.

Ao receber o prémio, a atriz Léa Drucker dedicou-o "a todas as Myriam [nome da personagem que interpreta, vítima de violência] que não estão numa ficção, mas na vida real".

"A violência começa pelas palavras que usamos no dia-a-dia. Pensamos que são banais, mas não nos damos conta de que são o começo de uma ameaça, são o reflexo de uma forma de pensar, de uma ideologia que todos devemos combater", disse.

Também com quatro Césares ficou o western "Os Irmãos Sisters", o primeiro filme americano, mas com produção francesa, de Jacques Audiard, com Joaquin Phoenix e John C. Reilly: realização, fotografia, design de produção e som.

"Custódia Partilhada" partia para a cerimónia com dez nomeações, liderando a lista com a comédia "Ou Nadas ou Afundas", de Gilles Lellouche, que acabou por ganhar apenas Ator Secundário para Philippe Katerine e foi o grande derrotado desta 44.ª edição dos Césares.

Completamente excluídos ficaram "Em Liberdade!" (nove nomeações), "La Douleur" (oito) e "Pupille" (sete).

Alex Lutz venceu o prémio de melhor ator com a comédia "Guy", que o próprio realizou, inédita em Portugal, tal como "Les Chatouilles", que valeu a Karin Viard o prémio de Atriz Secundária.

"Shoplifters: Uma Família de Pequenos Ladrões" ,de Hirokazu Kore-eda, foi eleito o Melhor Filme Estrangeiro, e "Dilili à Paris" a Melhor Animação.

A cerimónia, presidida pela atriz Kristin Scott Thomas, entregou ainda o prémio de carreira ao ator, realizador e produtor norte-americano Robert Redford, que anunciou anteriormente a despedida da representação.

LISTA PRINCIPAL DE PRÉMIOS

Melhor Filme

Custódia Partilhada (realização de Xavier Legrand)
La Douleur (Emmanuel Finkiel)
Em Liberdade! (Pierre Salvadori)
Guy (Alex Lutz)
Os Irmãos Sisters (Jacques Audiard)
Ou Nadas ou Afundas (Gilles Lellouche)
Pupille (Jeanne Herry)

Melhor Primeiro Filme

L'amour flou (Romane Bohringer, Philippe Rebbot)
Les Chatouilles (Andréa Bescond, Eric Métayer)
Custódia Partilhada (Xavier Legrand)
Sauvage (Camille Vidal-Naquet)
Shéhérazade (Jean-Bernard Marlin)

Melhor Realização

Emmanuel Finkiel (La Douleur)
Pierre Salvadori (Em Liberdade!)
Jacques Audiard (Os Irmãos Sisters)
Gilles Lellouche (Ou Nadas ou Afundas)
Alex Lutz (Guy)
Xavier Legrand (Custódia Partilhada)
Jeanne Herry (Pupille)

Melhor Ator

Édouard Baer (Mademoiselle de Joncquières)
Romain Duris (Nos batailles)
Vincent Lacoste (David dans Amanda)
Gilles Lellouche (Pupille)
Alex Lutz (Guy)
Pio Marmaï (Em Liberdade!)
Denis Ménochet (Custódia Partilhada)

Melhor Atriz

Élodie Bouchez (Pupille)
Cécile de France (Mademoiselle de Joncquières)
Léa Drucker (Custódia Partilhada)
Virginie Efira (Un amour impossible)
Adèle Haenel (Em Liberdade!)
Sandrine Kiberlain (Pupille)
Mélanie Thierry (La Douleur)

Melhor Ator Secundário

Jean-Hugues Anglade (Ou Nadas ou Afundas)
Damien Bonnard (Em Liberdade!)
Clovis Cornillac (Les Chatouilles)
Philippe Katerine (Ou Nadas ou Afundas)
Denis Podalydès (Plaire, aimer et courir vite)

Melhor Atriz Secundária

Isabelle Adjani (Le Monde est à toi)
Leïla Bekhti (Ou Nadas ou Afundas)
Virginie Efira (Ou Nadas ou Afundas)
Audrey Tautou (Em Liberdade!)
Karin Viard (Les Chatouilles)

Melhor Filme de Animação

Astérix: O segredo da Poção Mágica
Dilili à Paris
Pachamana

Melhor Filme Estrangeiro

Três Cartazes à Beira da Estrada (Martin McDonagh) (EUA, Grã-Bretanha)
Cafarnaum (Nadine Labaki (Líbano)
Cold War - Guerra Fria (Pawel Pawlikowski) (Polónia)
Girl: O Sonho de Lara (Lukas Dhont) (Bélgica)
Hannah (Andrea Pallaoro) (Itália)
Nos batailles (Guillaume Senez) (Bélgica)
Shoplifters: Uma Família de Pequenos Ladrões (Hirokazu Kore-eda) (Japão)

Melhor Curta-Metragem de animação

Entre Sombras (Alice Eça Guimarães e Mónica Santos)
La Mort, père et fils (Denis Walgenwitz e Winshluss)
Raymonde ou l'évasion verticale (Sarah Van Den Boom)
Vilaine fille (Kötü Kız) (Ayce Kartal)

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.