De forma mais ou menos ficcionada, o cinema norte-americano tem sabido refletir e recriar de forma regular a vida dos seus presidentes no grande ecrã. Abraham Lincoln tem sido um dos mais retratados, com a versão atual de Steven Spielberg protagonizada por Daniel Day-Lewis a juntar-se a outras igualmente importantes, como a que David Wark Griffith assinou em 1930 com Walter Huston no papel principal, e a que John Ford dirigiu em 1939, com Henry Fonda a encarnar um ainda jovem futuro presidente.

Franklin Delano Roosevelt também tem sido muito retratado, bem como Richard Nixon e John F. Kennedy, embora no caso deste último os filmes que investigam as circunstâncias da sua morte sejam em muito maior número que os que se focam na sua vida, como «Patrulha 109» ou «Treze Dias».

Oliver Stone tem sido o cineasta que de forma mais recorrente e aprofundada tem trabalhado os presidentes norte-americanos, designadamente nos filmes «JFK», «Nixon» e «W.», os dois últimos sobre a vida dos polémicos Richard Nixon e George W. Bush.