A Disney vai avançar com uma nova versão de um dos seus clássicos de animação: "Bambi", de 1942.

A imprensa especializada americana confirmou que o estúdio encomendou o argumento a Geneva Robertson-Dworet (“Capitão Marvel") e Lindsey Beer ("Sierra Burgess Is a Loser", inédito em Portugal).

A nova versão do clássico sobre a vida de um cervo cuja mãe é morta durante uma caçada não será em imagem real, mas usará a mesma técnica de animação informática fotorrealista vista recentemente nas modernizações de "O Livro da Selva" (2016) e "O Rei Leão" (2019).

Ainda se desconhece quem estará a comandar atrás das câmaras, mas está envolvida a produtora dos irmãos Chris e Paul Weitz ("American Pie", "Era Uma vez Um Rapaz"). O primeiro escreveu para a Disney "Cinderela" e "Rogue One: Uma História de Star Wars").

A estratégia de Disney em adaptar os seus clássicos da animação para o público contemporâneo já rendeu 8,2 mil milhões de dólares a nível mundial desde "Alice no País das Maravilhas", de 2010.

Este ano, a aposta passa pela nova versão de "Mulan", que chega aos cinemas em março, e "Cruella", uma prequela de "Os 101 Dálmatas" centrada na vilã, interpretada por Emma Stone, que estreia em maio.

Em diferentes fases de preparação estão "A Pequena Sereia", "Branca de Neve e os Sete Anões", "Pinóquio", "Lilo & Stitch" e "O Corcunda de Notra-Dame".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.