Sinal dos tempos e de uma tendência que vai aumentar: a próxima comédia com Melissa McCarthy já não estrear nos cinemas e vai, em alternativa, ser um dos trunfos do serviço de streaming HBO Max na primavera de 2020.

A decisão foi anunciada esta quinta-feira (17) pela Warner Media e, em termos de indústria, surge em "cima da hora": a estreia de "Super-Inteligência" estava marcada para 20 de dezembro dos EUA (e uma semana mais tarde em Portugal).

A comédia, realizada por Ben Falcone, marido de Melissa McCarthy, centra-se numa mulher selecionada para ser observada, permitindo assim a aprendizagem de um novo programa de inteligência artificial. O problema é que rapidamente esse programa coloca a televisão, telefone e micro-ondas a responder-lhe de forma sarcástica e começa lentamente a ganhar influência, ameaçando dominar o mundo.

Alguns analistas não deixaram de notar que "Super-Inteligência" ia ter a forte concorrência de "Star Wars", "Cats" e "Jumanji 2" e a decisão surge após o pior momento na carreira de Melissa McCarthy, com o fracasso no verão do drama "The Kitchen - Rainhas do Crime".

Em declarações exclusivas ao Deadline, Melissa McCarthy reconheceu que estava tudo preparado para o cinema (data de estreia, plano de marketing, entrevistas com a imprensa), mas garantiu que a mudança foi decidida por ela com o marido e não imposta pelo estúdio.

"Diferente não significa pior, e como é que nós próprios estamos a ver os filmes? [...] Apenas queremos que as pessoas o vejam e gostem e queremos que se sintam bem dispostas. 'Super-Inteligência', na sua essência, é o amor vence e as pessoas têm importância. Queremos que isso chegue ao maior número possível de pessoas. Precisamos disso hoje e esta pareceu a melhor forma de o fazer", justificou.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.