"A Rainy Day in New York", o mais recente filme escrito e realizado por Woody Allen, cuja rodagem terminou em outubro do ano passado, "não tem qualquer data de estreia prevista" anunciou a Amazon, que tem a obrigação contratual de o distribuir. O ressurgimento das acusações de pedofilia no novo contexto do movimento #MeToo, de que o realizador foi alvo em 1992 e das quais foi então ilibado, estarão na origem do adiamento "sine die" da estreia da película fazendo de 2018 o primeiro ano em mais de quatro décadas em que Allen não estreia um filme.

O caso, que envolve um suposto abuso à filha adoptiva de Allen e Mia Farrow quando aquela tinha sete anos, voltou a dar que falar quando Ronan Farrow, o filho de ambos e um dos jornalistas que denunciou o escândalo de Harvey Weinstein, virou novamente os holofotes na direção do cineasta.

Apesar de não terem surgido novas provas, e de outro dos filhos adoptivos de Farrow (Moses Farrow) se ter colocado do lado de Woody, a reacção foi esmagadora, inclusivamente por parte do elenco do novo filme.

"A Rainy Day in New York" é uma comédia romântica protagonizada por Timothée Chalamet, Selena Gomez, Rebecca Hall, Elle Fanning, Jude Law, Diego Luna e Liev Schreiber. Na sequência do sucedido, os três primeiros vieram a público dizer que se arrependiam de ter trabalhado com o realizador e que doariam os respetivos salários a associações ligadas ao movimento #TimesUp.

A Amazon assinou um contrato de distribuição de cinco filmes com Woody Allen em 2016, tendo o primeiro sido "Roda Gigante", estreado no final de 2017 e que já tinha sofrido de problemas de distribuição.

Apesar do contrato, o prolífico realizador, que ao longo da sua carreira nunca foi acusado de qualquer outro tipo de abuso sexual, não está atualmente a trabalhar em projeto algum, sendo a primeira vez que tal sucede há mais de cinco décadas.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.