Um filme sobre a ascensão do populismo no qual se destaca uma líder de extrema-direita que semelhante à francesa Marine Le Pen vai ser lançado na França a poucos meses da primeira volta das eleições presidenciais, o que está a causar polémica.

"Chez Nous" [A Nossa Casa], realizado pelo belga Lucas Belvaux, chega às salas em fevereiro e conta a história de uma enfermeira do norte da França a quem um partido extremista, o "Bloco Patriótico", tenta convencer a ser sua candidata.

As posições nacionalistas e anti-imigrantes do partido e o cabelo curto e louro da sua líder, vivida pela atriz Catherine Jacob, recordam claramente a Frente Nacional (FN) e Marine Le Pen.

O vice-presidente do partido, Florian Philippot, considerou "escandaloso" o facto de o filme ser claramente contra a Frente Nacional.

O realizador defendeu-se das acusações, afirmando que "Chez Nous"  não é uma obra de militância. "É um filme feito para suscitar o debate, não para provocar a FN".

As sondagens indicam que Le Pen passará à segunda volta das eleições de maio, mas que perderá frente ao candidato conservador François Fillon.

Por agora, não está prevista a estreia de "Chez Nous" em Portugal.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.