A cidade do Porto recebe a 38ª edição de um dos festivais de cinema mais prestigiados a nível Europeu: o Fantasporto - Festival Internacional de Cinema do Porto decorre entre 20 de fevereiro e 4 de março.

A sessão de abertura será com “O Segredo de Marrowbone”, de Sérgio Sanchez, e a de encerramento apresentará de “Le Fidèle”, de Michael R. Roskam, que foi o candidato belga ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro, sem ter passado à lista de nove finalistas do galardão, ainda antes de serem anunciados os nomeados.

A “temática” desta edição é a “ética” e prometido está um programa multifacetado, com tónica no cinema Fantástico e Oriental, com dezenas de filmes de mais de 30 países, todos inéditos em Portugal, bem como outros eventos paralelos.

Na conferência de imprensa de apresentação, Mário Dorminsky, responsável da cooperativa Cinema Novo, organizadora do festival, prometeu manter a qualidade e dimensão apesar de contar "com o orçamento mais baixo de sempre", o que só foi possível, salientou, graças à "força internacional do Fantasporto".

“A seleção foi feita de entre cerca de 600 filmes de 59 países. Restaram 100 filmes que vão trazer ao Porto, a expensas próprias, cerca de duas centenas de profissionais, desde realizadores a produtores, atores ou atrizes”, indicava a organização em comunicado no final de dezembro.

No dia 23, abre a competição, com a exibição de “Anna Karenina: Vronsky’s Story”, de Karen Shakhnazarov, realizador já distinguido no Fantas e homenageado na edição de 2012.

O Fantasporto vai também ser palco de três antestreias mundiais de filmes portugueses, com a apresentação de “Uma Vida Sublime”, de Luís Diogo (25 de fevereiro, 19:00), “Doutores Palhaços”, de Bernardo Lopes e Helder Faria (3 de março, 15:30), e “Aparição”, de Fernando Vendrell, a partir do romance com o mesmo nome de Vergílio Ferreira (1 de março, 19:00).

O festival vai ainda homenagear Lauro António projetando a sua primeira longa-metragem, “Manhã Submersa” (3 de março, 18:30), e contar com oito universidades e escolas de cinema, no prémio de Cinema Português.

O 38.º Fantasporto realiza também uma retrospetiva do realizador de Taiwan Chang Tso-Chi e uma mostra do que classifica como “Taiwan B-Movies”, dos anos 1970 e 1980, e uma exibição de “Dream Demon” para festejar o seu 30.º aniversário, com a presença do realizador Harley Cokeliss (24 de fevereiro, 23:00).

O filme de abertura

Com estreia em sala marcada para 01 de março, “O Segredo de Marrowbone” conta a história de um jovem e dos seus três irmãos, “acossados por uma presença sinistra no amplo palacete onde vivem”, segundo a sinopse do filme de Sanchez, que foi nomeado para o Goya de melhor novo realizador.

O festival prossegue até 04 de março no Teatro Municipal Rivoli, no Porto. A abertura das sessões competitivas será feita na sexta-feira, com a exibição de “Anna Karenina: Vronsky’s Story”, de Karen Shakhnazarov.

De acordo com a organização, a sessão de encerramento, no dia 03 de março, vai contar com a exibição de “Le Fidèle”, de Michael R. Roskam, que foi o candidato belga ao Óscar de melhor filme estrangeiro, sem que tenha passado à lista de finalistas do galardão.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.