Os prémios, que distinguem as melhores produções portuguesas de cinema e televisão, atribuídos pela Fénix - Associação Cinematográfica, privilegiam ainda a produção de telenovelas - A Impostora, Amor Maior, Rainha das Flores, Santa Bárbara -, nas nomeações para a terceira edição destes galardões.

No cinema, os candidatos a melhor filme são "Canção de Lisboa", da Stopline Films, "Cartas da Guerra", de O Som e a Fúria, "Cinzento e Negro", Fado Filmes, e "Jogo de Damas", R.I. Filmes.

Para melhor realizador estão nomeados Ivo M. Ferreira ("Cartas da Guerra"), Leonel Vieira ("Leão da Estrela"), Luís Filipe Rocha ("Cinzento e Negro") e Patrícia Sequeira ("Jogo de Damas").

Na categoria televisão, os candidatos a melhor telenovela são A Impostora e Santa Bárbara, da Plural Entertainment, e Amor Maior e Rainha das Flores, ambas da SP Televisão.

As produções candidatas a melhor série filmada são Dentro e Terapia, da SP Televisão, Massa Fresca, da Plural Entertainment, e Offline, da Academia RTP.

Os Prémios Áquila distinguem ainda os melhores atores de cinema e televisão e os melhores argumentos.

Ao contrário das duas edições anteriores, "este ano não haverá uma gala de entrega" dos prémios, mas um "Anúncio dos Vencedores em estúdio", numa sessão apresentada pelos "atores Eduardo Frazão e Bruna Quintas, com transmissão em direto no canal Cinemundo a 11 de dezembro", segundo o comunicado hoje divulgado pelos produtores da iniciativa.

Os vencedores dos três Prémios Especiais Áquila - Condor, Fénix e Excelsior - serão conhecidos nesse "anúncio"

Lista de nomeados dos Prémios Áquila 2016:

PRÉMIOS DE CINEMA

MELHOR FILME:

"Canção de Lisboa" (Stopline Films)

"Cartas da Guerra" (O Som e a Fúria)

"Cinzento e Negro" (Fado Filmes)

"Jogo de Damas" (R.I. Filmes)

MELHOR ATOR PRINCIPAL:

César Mourão ("Canção de Lisboa")

Filipe Duarte ("Cinzento e Negro")

José Mata ("Amor Impossível")

Miguel Nunes ("Cartas da Guerra")

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO:

Carloto Cotta ("As Mil e Uma Noites: Volume 2, O Desolado")

José Raposo ("Leão da Estrela")

Miguel Borges ("Cinzento e Negro")

Pedro Lima ("A Uma Hora Incerta")

MELHOR ATRIZ PRINCIPAL:

Ana Padrão ("Jogo de Damas")

Joana Bárcia ("Cinzento e Negro")

Maria Rueff ("O Amor é Lindo... Porque Sim!")

Victoria Guerra ("Amor Impossível")

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA:

Lia Carvalho ("Amor Impossível")

Maria D’Aires ("Amor Impossível")

Mónica Calle ("Cinzento e Negro")

São José Lapa ("Canção de Lisboa")

MELHOR REALIZADOR:

Ivo M. Ferreira ("Cartas da Guerra")

Leonel Vieira ("Leão da Estrela")

Luís Filipe Rocha ("Cinzento e Negro")

Patrícia Sequeira ("Jogo de Damas")

MELHOR ARGUMENTO:

"Axilas" (José Fonseca e Costa, Mário Botequilha)

"Cartas da Guerra" (Ivo M. Ferreira, Edgar Medina)

"Cinzento e Negro" (Luís Filipe Rocha)

"Jogo de Damas" (Patrícia Sequeira, Filipa Leal)

PRÉMIOS DE TELEVISÃO

MELHOR SÉRIE, MINISSÉRIE OU TELEFILME:

Dentro (SP Televisão)

Massa Fresca (Plural Entertainment)

Offline (Academia RTP)

Terapia (SP Televisão)

MELHOR TELENOVELA:

A Impostora (Plural Entertainment)

Amor Maior (SP Televisão)

Rainha das Flores (SP Televisão)

Santa Bárbara (Plural Entertainment)

MELHOR ATOR PRINCIPAL:

Albano Jerónimo (Santa Bárbara)

Diogo Infante (A Impostora)

Gonçalo Diniz (Rainha das Flores)

José Fidalgo (Amor Maior)

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO:

Hugo Tavares (Amor Maior)

Jorge Corrula (Amor Maior)

Sabri Lucas (A Impostora)

Tiago Felizardo (Santa Bárbara)

MELHOR ATRIZ PRINCIPAL:

Benedita Pereira (Santa Bárbara)

Fernanda Serrano (A Impostora)

Isabel Abreu (Rainha das Flores)

São José Correia (Santa Bárbara)

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA:

Catarina Rebelo (Amor Maior)

Marina Mota (Rainha das Flores)

Paula Lobo Antunes (Santa Bárbara)

Susana Mendes (Dentro)

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.