Em São Francisco, em 1957, uma obra-prima americana foi julgada em tribunal. Uivo é um filme sobre este momento seminal da génese da contracultura. A história é contada através de três fios condutores que se cruzam: o julgamento; reencenações com o jovem Allen Ginsberg (
James Franco); e o poema em si, ilustrado.

O formalismo eclético do filme é um reflexo do próprio poema. A reencenação do julgamento é a narrativa condutora do filme, onde se debatem temas ainda relevantes nos nossos dias: definições de obscenidade, os limites da liberdade de expressão e a natureza da arte. O advogado de defesa é Jake Ehrlich (Jon Hamm), um célebre defensor das liberdades civis.

Numa ficcionada entrevista em flashback, o jovem Ginsberg disserta sobre o seu processo criativo, bem como sobre a sua batalha pessoal pela liberdade. O poema em si toma vida sob a forma de uma vibrante animação – uma viagem imaginária dentro da mente do artista.

«Uivo», que estreia nos cinemas a 22 de setembro, é exibido hoje, 16 de setembro, às 21h00, no cinema São Jorge.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.