Com a Primeira Guerra Mundial prestes a rebentar, Zurique e Viena são o cenário de uma história sombria de descoberta sexual e intelectual. Inspirado em factos reais, vislumbram-se neste filme as turbulentas relações entre o psiquiatra principiante Carl Jung, o seu mentor Sigmund Freud e Sabina Spielrein, a perturbada mas bela jovem que interpõe entre eles. À mistura surge Otto Gross, um paciente depravado e determinado a quebrar barreiras. A exploração pessoal de sensualidade, ambição e manipulação levam Jung, Freud e Sabina a desafiar e a mudar para sempre a essência do pensamento moderno.

«Um Método Perigoso» é o título do mais recente filme de
David Cronenberg (atualmente a rodar «Cosmopolis», produzido por Paulo Branco), e é protagonizado por
Michael Fassbender no papel de Carl Gustave Jung,
Viggo Mortensen como Sigmund Freud e
Keira Knightley como Sabina Spielrein, aluna de Jung, considerada a primeira mulher a utilizar profissionalmente a psicanálise.

O filme é uma adaptação por
Christopher Hampton de uma peça de 2002 de sua autoria,
«The Talking Cure», por sua vez baseada no livro
«A Most Dangerous Method», de John Kerr, que explora o rumor de que Spielrein teria tido um caso com Jung.

«Um Método Perigoso» é exibido hoje, 6 de novembro, às 17h00, no Centro de Congressos do Estoril, seguido da masterclass «Working with David Cronenberg», com o próprio Cronenberg, Paul Giamatti e Mathieu Amalric, e repete às 22h00, no Cinema Monumental, em Lisboa.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.