O filme "Tigers", do realizador sueco Ronnie Sandahl, conquistou os prémios para melhor filme nórdico e de melhor ator para Erik Enge, no Festival de Cinema de Gotemburgo, na Suécia, que divulgou o palmarés online este doimingo (7).

O filme "O Último Banho", primeira longa-metragem do realizador português David Bonneville, foi exibido na secção competitiva Ingmar Bergman, onde o vencedor foi "Mama", de Li Dongmei.

"Tigers" ficciona a história verídica de Martin Bengtsson, e faz uma análise à psicologia da construção das estrelas do mundo do futebol, os sonhos dos jogadores e as pressões para atingir o sucesso, em situações de competição extrema.

Ainda de acordo com o palmarés, o prémio FIPRESCI (Federação Internacional da Imprensa Cinematográfica), entregue por um júri composto por jornalistas da área do cinema, foi para "Pleasure", de Ninja Thyberg, e o prémio de cinematografia Sven Nykvist Cinematography Award entregue a Linda Wassberg, pelo filme "Tove".

O prémio do público coube a "Another Round", de Thomas Vinterberg, um filme que conquistou o prémio de melhor filme europeu do ano 2020, além de melhor realização, argumento e ator, pelo desempenho de Mads Mikkelsen.

"Quo Vadis, Aida?", de Jasmila Žbanić, recebeu o galardão para melhor filme internacional do festival. Este filme foi também hoje distinguido com um dos prémios especiais do júri do Festival de Cinema de Roterdão, nos Países Baixos, pelo "excecional nível artístico".

Quanto ao prémio de melhor documentário, foi atribuído a Jonas Poher Rasmussen, por "Flee".

"O Último Banho" é a primeira longa-metragem do realizador português David Bonneville e fez estreia mundial, em outubro de 2020, no Festival de Cinema de Tóquio, no Japão.

O filme tem como ponto de partida a notícia verídica do nascimento, "quase milagroso, de um bebé de sexo masculino, numa zona pouco povoada e envelhecida no interior de Portugal".

"Deste modo, aliei o meu ponto de partida factual – juventude, esta atração pelo que é singular e excecional, num lugar despovoado – a religião, ainda muito enraizada e premente nas populações das aldeias do interior", segundo uma descrição do realizador, na nota de intenções.

O elenco é encabeçado por Anabela Moreira e Martim Canavarro, entrando ainda a irmã gémea da atriz, Margarida Moreira, e os atores Ângelo Torres e Miguel Guilherme.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.