A ação decorre 45 anos após o evento pós-apocalíptico que levou à devastação do mundo onde decorrem os filmes da saga “Mad Max”. Vários anos antes do anterior “Mad Max: Estrada da Fúria”, a jovem Furiosa é retirada do Lugar Verde das Muitas Mães e cai nas mãos de uma grande Horda de Motociclistas liderada pelo Senhor da Guerra Dementus. Com duas fações a lutarem pela supremacia, a jovem Furiosa vai ter de conseguir sobreviver a qualquer custo e tentar regressar a casa.

Em 1979, George Miller fez história com “Mad Max - As Motos da Morte”, colocando o cinema australiano na ribalta, lançando o género pós-apocalíptico e virando todos os holofotes para um jovem Mel Gibson, no papel do agente Max Rockatansky, que tenta impor a ordem numa sociedade à beira do colapso.

A saga prosseguiu com sucesso cada vez maior em “Mad Max 2 - O Guerreiro da Estrada”, em 1981, e “Mad Max – Além da Cúpula do Trovão”, em 1985, com a acção a decorrer num mundo que, de filme para filme, parecia cada vez mais devastado.     

Contra todas as expectativas, em 2015 Miller regressou ao universo de “Mad Max” com “Mad Max: Estrada da Fúria”, agora com Tom Hardy no papel principal e Charlize Theron como a anti-heroína Furiosa, num filme que se saldou num enorme sucesso de publico e crítica, e que foi nomeado para 10 Óscares, incluindo o de Melhor Filme.

“Furiosa: Uma Saga Mad Max” apresenta-se como uma prequela de “Mad Max: Estrada da Fúria”, centrado na história de Furiosa, agora interpretada por Anya Taylor-Joy, em contracena com Chris Hemsworth e Tom Burke.

A estreia mundial está agendada para 23 de maio de 2024.

Veja o trailer:

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.