«No panteão dos super-heróis, o Super-Homem é a personagem mais reconhecida e reverenciada, e estou honrado por fazer parte do seu regresso ao grande ecrã. Também me junto à Warner Bros., a Legendary e aos produtores a dizer o quão excitados estamos sobre a contratação de Henry. Ele é a escolha perfeita para colocar a capa e o uniforme com o S como emblema». Estas foram as declarações do realizador
Zack Snyder que confirmam, após muita especulação, que o britânico
Henry Cavill será o próximo Super-Homem no cinema.

O actor, que surgiu em filmes como «O Conde de Monte Cristo» e em séries como «Os Tudor», já tinha estado próximo do papel há alguns anos uma vez que era ele o escolhido por
McG para interpretar o Homem de Aço, quando o realizador de
«Os Anjos de Charlie» estava à frente do projecto.
Bryan Singer, ao substituí-lo ao leme de
«Super-Homem - O Regresso», optou por
Brandon Routh mas o filme, apesar de bem sucedido nas bilheteiras ficou aquém das expectativas.

Graças ao sucesso da sua recriação cinematográfica de Batman,
Christopher Nolan foi o escolhido para liderar, enquanto produtor, o renascimento do Super-Homem. A escolha para realizador recaiu em Zack Snyder, cujas credenciais na adaptação de BD ao cinema incluem
«300» e
«Watchmen - Os Guardiões».

Henry Cavill começou a dar nas vistas em 2002, com um papel secundário em
«O Conde de Monte Cristo» e logo a seguir em
«I Capture the Castle». Seguiram-se interpretações em filmes como
«Tristão e Isolda»,
«Stardust - O Mistério da Estrela Cadente» e
«Tudo Pode Dar Certo», mas o seu papel mais importante, e que lhe deu mais reconhecimento, surgiu na televisão, na série
«Os Tudor», em que encarnou Charles Brandon, o Duque de Suffolk.

Com o filme fantástico «The Immortals», realizado por
Tarsem Singh, com estreia marcada para este ano, Cavill consegue finalmente quebrar um enguiço que já levou a que fosse apelidado do actor mais azarado de Hollywood. Além de ter tido o papel de Super-Homem nas mãos para perdê-lo com a mudança de realizador, o actor também tinha sido o escolhido para o papel de Edward Cullen para a série
«Twilight» pela própria
Stephenie Meyer mas o atraso nas filmagens levou a que tivesse de ser escolhido um actor mais novo (
Robert Pattinson) já que os seus 24 anos dificilmente lhe permitiriam encarnar um adolescente de 17. No sentido inverso foi a sua quase-escolha para o papel de James Bond em
«Casino Royale»: quando a decisão já só estava entre ele,
Sam Worthington e
Daniel Craig, Cavill, aparentemente o preferido do realizador, foi preterido por ser demasiado novo para a personagem.

O novo filme de Super-Homem, provisoriamente intitulado
«Man of Steel», chegará aos ecrãs em Dezembro de 2012.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.