Além da Alemanha, a programação inclui obras recentes da Áustria, da Suíça e do Luxemburgo e divide-se entre longas-metragens e documentários.

A iniciativa já é presença habitual no cartaz cinematográfico lisboeta desde 2004, embora só no ano passado tenha decorrido no São Jorge, naquela que foi a sua edição mais concorrida (com mais de 1000 espectadores).

A mostra antecede o Festival Internacional de Cinema de Berlim e traz a Lisboa alguns dos filmes mais aplaudidos que elegem o alemão como idioma.

Esta noite a sessão de abertura propõe "Um ano no Inverno" (Im Winter ein Jahr), a mais recente obra de Caroline Link, e conta com a presença da realizadora cujo filme anterior, "Algures em África" (Nirgendwo in Afrika), ganhou o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2003.

A mostra exibe dois filmes nos dias úteis e três nos do fim-de-semana, atravessando diversos géneros e geografias.

No ano passado, levou ao São Jorge alguns títulos inéditos e recomendáveis como
"Fantasmas" (Gespenster), de Christian Petzold,
"Os Falsificadores" (Die Fälscher), de Stefan Ruzowitzky (premiado com o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2008), ou
"Bungalow", de Ulrich Köhler.

A
KINO - Mostra de Cinema de Expressão Alemã tem como organizadores a EGEAC, o Cinema São Jorge, o ABC Cine-Clube de Lisboa, as embaixadas da Áustria, da Suíça e do Luxemburgo e o Goethe-Institut.

Horários e programação completa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.