Mike Leigh, de 68 anos, sucede assim à atriz
Isabella Rossellini que presidiu este ano ao júri daquele festival.

O cineasta britânico é responsável por filmes como
«Segredos e Mentiras» e
«Nu», distinguidos, respetivamente, com a Palma de Ouro, em 1996, e o prémio de melhor realizador, em 1993, no Festival de Cinema de Cannes.

No festival de cinema de Berlim, o trabalho de Mike Leigh foi recompensado através da atribuição do prémio de melhor atriz a
Sally Hawkins, em 2008, pela interpretação em
«Um Dia de Cada Vez».

O mais recente trabalho de Mike Leigh,
«Um Ano Mais», esteve nomeado para o Óscar de Melhor Filme e fez parte da secção competitiva do Festival de Cannes em 2010.

Este ano, o festival de Berlim distinguiu o cineasta iraniano Asghar Farhadi e o filme
«Uma Separação».

@Lusa

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.