Daniel Fleetwood, o fã de "Star Wars" com cancro terminal que conseguiu ver o novo filme antes da estreia graças a uma campanha viral, morreu na noite de segunda-feira durante o sono.

A notícia de que "estava agora com Deus e com a Força" foi dada pela esposa, Ashley Fleetwood, que publicou a última "selfie" e salientou a luta até ao fim.

Natural do Texas com 32 anos, Daniel Fleetwood era um grande fã da saga que chegou a acampar junto dos cinemas para comprar os bilhetes para as prequelas lançadas entre 1999 e 2005.

No entanto, após ser diagnosticado há dois anos com sarcoma, um tumor maligno bastante raro, foi informado pelos médicos em setembro que teria apenas alguns meses de vida.

Conforme o seu estado de saúde se deteriorou, surgiu a preocupação com a possibilidade de não ver a tempo "O Despertar da Força", que estreia nos EUA a 18 de dezembro.

Uma estação de rádio local apoiou o seu pedido para ver o filme mais cedo e as redes sociais abraçaram a causa, com o hashtag #ForceforDaniel a receber o apoio dos atores Mark Hamill (Luke Skywalker), Carrie Fisher (Leia Organa) Peter Mayhew (Chewbacca), John Boyega (Finn) e Daisy Ridley (Rey).

Na quinta-feira, 5 de novembro, o realizador J.J. Abrams telefonou aos Fleetwood para dar conta que iam concretizar o seu desejo e três funcionários da Disney e a LucasFilm deslocaram-se à sua casa para mostrar uma cópia inacabada.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.