H.R. Giger, que era um pintor surrealista, escultor e criador de cenários para filmes, morreu na segunda-feira.

Giger, de 74 anos, criou a criatura de «Alien» para o filme do realizador Ridley Scott, que estreou em 1979, com a ajuda de outro artista da área, Carlo Rambaldi, que criou o não menos célebre personagem «E.T.», do filme com o mesmo nome do realizador Steven Spielberg.

Com o seu trabalho para o filme «Alien», Giger ganhou o Óscar de Melhores Efeitos Especiais em 1980.

O artista, um dos maiores representantes da corrente conhecida como «realismo fantástico», colaborou em outros filmes como «Espécie Mortal», «Poltergeist II» e «Duna».

O único museu H.R. Giger no mundo abriu as suas portas em 1998, na cidade medieval de Gruyères, na Suíça.

Nos últimos anos, vários museus do mundo, em Paris, Praga e Viena, apresentaram retrospetivas da sua obra multifacetada, muitas vezes povoada de criaturas fantásticas.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.