Até à data o recordista era
«Verão Escaldante» , de
Spike Lee, com 435 utilizações da palavra «fuck», mas o novo filme de Martin Scorsese, acaba de batê-lo nessa corrida, com o termo a surgir nada menos que 507 vezes, um verdadeiro recorde num filme de ficção e que dá uma média de 2,83 usos por cada minuto de duração. O único a ultrapassar este valor foi mesmo um documentário sobre a palavra «fuck» (que se autoentitulava «Fuck»), com 857 utilizações.

«O Lobo de Wall Street» marca a quinta colaboração no cinema entre
Martin Scorsese e
Leonardo DiCaprio e é baseado no livro de memórias do mesmo título de Jordan Belfort, um profissional da bolsa de Nova Iorque que fundou na década de 90 a Stratton Oakmont, uma empresa de investimentos que desenvolvia táticas desonestas e manipulatórias. Com um estilo de vida luxuoso, Belfort acabou por ser incriminado pelo FBI por fraude e lavagem de dinheiro, passou algum tempo na prisão e desde então tem-se tornado popular como conferencista.

Curiosamente, Martin Scorsese tem três filmes entre os 10 em que a palavra é mais utilizada, sendo os outros dois
«Casino» (422 vezes) e
«Tudo Bons Rapazes» (300 vezes).

Eis a lista dos 10 filmes de ficção em que mais vezes é usada a palavra «fuck»:

1.
O Lobo de Wall Street (2013): 506 vezes

2.
Verão Escaldante (1999): 435 vezes

3. Nil by Mouth (1997): 428 vezes

4.
Casino (1995): 422 vezes

5.
Alpha Dog (2007): 367

6.
Fim de Turno (2012): 326 vezes

7. A Cidade dos Gémeos (1997): 318 vezes

8.
Medo de Morte (2006): 315

9. Martin Lawrence Live: Runteldat (2002): 311 vezes

10.
Tudo Bons Rapazes (1990): 300 vezes

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.