Várias estrelas da Marvel saíram em defesa de Chris Pratt após este ter sido "cancelado" nas redes sociais durante o fim de semana por causa do seu alegado conservadorismo político e ligação com uma igreja acusada de ser intolerante com a comunidade LGBTQ.

A polémica começou com uma brincadeira inocente da argumentista Amy Berg, que partilhou imagens dos quatro "Chris" mais famosos de Hollywood com a frase "Um tem de sair": Chris Hemsworth, Chris Pratt, Chris Pine e Chris Evans.

A mensagem teve muitas respostas, muitas no sentido de que Pratt era o mais dispensável no grupo dos Chris.

O facto de se manter politicamente à margem do debate à volta das eleições presidenciais nos EUA nas suas redes sociais, optando antes por apelar aos seus milhões de seguidores que votassem no seu filme "Bora Lá" para os People's Choice Awards, e a alegada ligação com uma igreja conservadora acusada de ter pontos de vista anti LGBTQ, reciclando uma polémica no ano passado, foram apontados como "provas" de que Chris Pratt é um apoiante "secreto" de Donald Trump.

Também foi notado que o ator não estava entre os Vingadores americanos anunciados para uma angariação de fundos de apoio a Joe Biden na terça-feira (20), que juntou Chris Evans, Scarlett Johansson, Paul Rudd, Mark Ruffalo, Zoe Saldana e Don Cheadle, além dos realizadores Joe e Anthony Russo (a iniciativa acabou ainda por contar com a aparição surpresa de Robert Downey Jr.).

Daí até começar a circular a hashtag #worstchris [o pior Chris] foi um passo e a própria Amy Berg tentou, sem sucesso, parar com descalabro.

Em defesa de Chris Pratt acabaram por sair os próprios Vingadores.

Mark Ruffalo, um dos maiores ativistas do Partido Democrata em Hollywood, também pediu aos que criticaram Chris Pratt para não se esquecerem das prioridades.

"Vocês todos, Chris Pratt é o homem mais sólido que existe. Conheço-o pessoalmente e, em vez de lançarem calúnias, vejam como ele vive a sua vida. Por regra, ele simplesmente não se manifesta sobre política. Isto é uma distração. Amigos, vamos manter os nossos olhos no prémio. Estamos tão perto agora".

Zoe Saldana, parceira de Chris Pratt nos filmes "Guardiões da Galáxia", também reagiu com uma citação de Tupac.

"'Não importa o quão difícil fique, coloque o peito para fora, mantenha a cabeça erguida e resolva o problema. resolva o problema'. Chris Pratt, a tua família, amigos, colegas e todos os que já se cruzaram contigo conhecem o teu coração e teu valor!"

A tentativa de cancelar Chris Pratt também mereceu uma reação de Robert Downey Jr.

"Que mundo... os 'puros' estão a atirar pedras ao meu irmão Chris Pratt... um verdadeiro cristão que vive por princípios, nunca demonstrou mais nada além de positividade e gratidão... E acabou de se casar com uma família que abre espaço para o discurso civil e (simplesmente um facto) insiste no serviço [político] como o valor mais alto", escreveu, numa referência ao casamento com Katherine Schwarzenegger, filha de Arnold Schwarzenegger, opositor de Trump e ex-governador da Califórnia, e neta de uma irmã do antigo presidente John Kennedy-

"Se têm problemas com o Chris, tenho uma ideia nova. Apaguem as vossas contas nas redes sociais, sentem-se com os vossos próprios defeitos de caráter, trabalhem neles e, de seguida, celebrem a vossa humanidade", concluiu.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.