Está quase: as nomeações para a 96.ª edição dos Óscares serão conhecidas na terça-feira e o SAPO Mag vai acompanhar a emissão ao minuto.

As 23 categorias começam a ser anunciadas a partir das 13h30 (hora de Portugal continental) pelos atores Zazie Beetz ("Atlanta", "Joker") e Jack Quaid ("The Boys", saga "Gritos", “Oppenheimer”) em direto da sala de cinema Samuel Goldwyn Theater da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, na presença da imprensa e publicistas ligados aos estúdios e atores.

Tal como aconteceu há um ano com a nomeação histórica de "Ice Merchants", do realizador João Gonzalez, para Melhor Curta-Metragem de Animação, as atenções e esperanças portuguesas estão para os primeiros minutos, quando se ficará a saber se "Um Caroço de Abacate", de Ary Zara, com Gaya de Medeiros e Ivo Canelas, entra na corrida para Melhor Curta-Metragem em Imagem Real.

Outra curiosidade suplementar será a presença na mesma categoria de "Estranha Forma de Vida", de Pedro Almodóvar, onde participa o ator português José Condessa.

"Um Caroço de Abacate".e "Estranha Forma de Vida"

Num "jackpot" para atrair espectadores para a cerimónia de 10 de março no Dolby Theatre novamente com Jimmy Kimmel como anfitrião (a sua quarta vez), as atenções gerais estarão viradas para os filmes do "Barbenheimer": depois do domínio nas bilheteiras durante o verão, o fenómeno viral que se tornou cultural é esperado em força nas nomeações.

Como aconteceu na semana passada com os prémios BAFTA da Academia Britânica, "Oppenheimer" deve ser o líder das escolhas de uma Academia com quase dez mil votantes, esperando-se cerca de 13 nomeações: Melhor Filme, Realização (Christopher Nolan), Ator (Cillian Murphy), Ator Secundário (Robert Downey Jr.), Atriz Secundária (Emily Blunt) e Argumento Adaptado devem ser acompanhadas de muitas categorias técnicas.

"Oppenheimer"

Já ao contrário do que aconteceu nos BAFTA, onde recebeu cinco nomeações e falhou as duas categorias mais importantes, "Barbie" estará entre os mais nomeados, com as previsões a incluir Melhor Filme, Realização (Greta Gerwig), Atriz (Margot Robbie), Ator Secundário (Ryan Gosling) e Argumento Adaptado, além das canções "What Was I Made For?" de Billie Eilish e Finneas, e "I'm Just Ken", cuja interpretação na cerimónia será um grande chamariz de audiências (principalmente se a segunda levar ao palco Ryan Gosling e outros "Ken").

"Barbie"

Com participação portuguesa, incluindo um fado de Carminho, "Pobres Criaturas", de Yorgos Lanthimos, e "Assassinos da Lua das Flores", de Martin Scorsese, aspiram a chegar pelo menos ao número 10, o que faria de 2023 o primeiro ano desde 2019 em que quatro filmes atingem dois dígitos nas nomeações.

"Pobres Criaturas" e "Assassinos da Lua das Flores"

Entre listas de melhores do ano e as escolhas de associações de críticos e da indústria ao longo da temporada de prémios, o consenso para Melhor Filme formou-se à volta deste quarteto e de "American Fiction", de Cord Jefferson; o francês "Anatomia de uma Queda", de Justine Triet; "Os Excluídos", de Alexander Payne; "Maestro", de Bradley Cooper; "Vidas Passadas", de Celine Song; e "A Zona de Interesse", de Jonathan Glazer.

Todos já exibidos ou com estreia portuguesa anunciada para as próximas semanas.

Na categoria, falta apenas descobrir se, após a intensificação da campanha mediática nos últimos dias da votação, alguma surpresa poderá vir do musical "A Cor Púrpura", de Blitz Bazawule; de "Origin", de Ava DuVernay; ou "Saltburn", de Emerald Fennell.

Atores e realizadores seguem a tradição: poucas vagas para tantas candidaturas

"American Fiction", "Anatomia de uma Queda", "Os Excluídos" e "Maestro"

O consenso é que 2023 foi um grande ano para os atores: terça-feira será também o dia para esclarecer todas as dúvidas nas quatro categorias de interpretação, cujas escolhas finais e exclusões costumam ser marcadas por polémicas à volta do tema da "inclusividade racial".

Além de Cillian Murphy (“Oppenheimer”), são esperadas as presenças de Paul Giamatti ("Os Excluídos") e Bradley Cooper ("Maestro") para Melhor Ator (ainda que conste que o último está mais vulnerável do que se pensa), com as previsões a apontarem para as restantes vagas serem disputadas por um grupo formado por Leonardo DiCaprio ("Assassinos da..."), Colman Domingo (“Rustin”), Jeffrey Wright (“American Fiction”) e Andrew Scott ("All of Us Strangers"), com Barry Keoghan ("Saltburn") à espreita.

Emma Stone ("Pobres Criaturas") terá certamente a companhia de Lily Gladstone ("Assassinos da...") e Carey Mulligan (Maestro") na categoria de Melhor Atriz, seguidas de muito perto pela alemã Sandra Hüller ("Anatomia de Uma Queda"), que, no que seria a certificação de um ano fabuloso, viu crescer nos últimos dias as apostas para conseguir em simultâneo a nomeação para Melhor Atriz Secundária ("A Zona de Interesse").

"Vidas Passadas", "A Zona de Interesse", "Saltburn" e "A Cor Púrpura"

Ainda que pareça uma aposta segura, alguns analistas acham tremidas as hipóteses de Margot Robbie ("Barbie"), tal a concorrência que vem de Annette Bening ("Nyad"), Greta Lee ("Vidas Passadas"), Fantasia Barrino ("A Cor Púrpura"), Cailee Spaeny ("Priscilla") e Natalie Portman ("May December"), sem ignorar a campanha de última hora a favor de Aunjanue Ellis-Taylor ("Origin"), com a esperança de repetir a surpreendente nomeação de Andrea Riseborough no ano passado.

Brutal pode ser a seleção final para Melhor Ator Secundário, onde se formou consenso à volta de Robert Downey Jr. ("Oppenheimer"), Ryan Gosling ("Barbie") e Robert De Niro ("Assassinos da..."), com duas nomeações a serem disputadas por Mark Ruffalo e Willem Dafoe ("Pobres Criaturas"), Sterling K. Brown ("American Fiction"), Dominic Sessa ("Os Excluídos") e Charles Melton ("May December").

Emily Blunt ("Oppenheimer"), Da'Vine Joy Randolph ("Os Excluídos") e Danielle Brooks ("A Cor Púrpura") têm sido o trio mais consistente noutros eventos para Melhor Atriz Secundária (também aqui se comenta que a última está mais vulnerável porque o próprio filme não teve o impacto esperado), com um quarto lugar para Jodie Foster ("Nyad").

Com a grande interrogação à volta de Sandra Hüller, espreitam Julianne Moore ("May December"), Penélope Cruz ("Ferrari") e Rosamund Pike ("Saltburn"). E como tem sido intensa a campanha da equipa de "Barbie" para conseguir a entrada de America Ferrera...

Christopher Nolan com Robert Downey Jr na rodagem de "Oppenheimer" créditos: Melinda Sue Gordon/Universal Pictures;

Pelo trabalho atrás das câmaras, o debate nos anos mais recentes tem sido à volta do género: com Christopher Nolan ("Oppenheimer") e Martin Scorsese ("Assassinos da...") certamente na corrida, será Greta Gerwig a cineasta com mais hipóteses na categoria de Melhor Realização?

A sua exclusão seria um escândalo após dirigir o maior sucesso de 2023 nas bilheteiras, mas as nomeações para os BAFTA, mesmo que divididas entre a presença dos mais votados numa primeira ronda e as escolhas de júris, deixaram pistas para o menor entusiasmo por "Barbie" na comunidade cinematográfica fora dos EUA que tem vindo a ser destacado em várias análises da temporada nas últimas semanas.

Greta Gerwig com Ryan Gosling e Margot Robbie na rodagem de "Barbie"

Por seu lado, Bradley Cooper ("Maestro") pode ser um dos eleitos e, na previsão mais otimista, ser um dos poucos na história dos Óscares a conseguir estar na corrida para Melhor Filme (como produtor), Realização, Ator e Argumento Original.

Mas há mais dois interessados com fortes hipóteses: Alexander Payne ("Os Excluídos") e Yorgos Lanthimos ("Pobres Criaturas"), com Celine Song ("Vidas Passadas") a correr por fora.

O núcleo de votantes internacionais é cada vez mais influente dentro da Academia e foi responsável por várias nomeações surpreendentes nos últimos anos: além da presença dos respetivos filmes noutras categorias,  aposta-se que poderá ser determinante numa eventual presença da francesa Justine Triet ("Anatomia de uma Queda") ou de Jonathan Glazer ("A Zona de Interesse").

Filmes internacionais e animações

"A Zona de Interesse"

A candidatura portuguesa de "Mal Viver", de João Canijo, falhou em dezembro a presença entre os 15 finalistas para Melhor Filme Internacional, aumentando para 40 o recorde negativo do país com mais candidaturas submetidas sem chegar às nomeações.

O consenso está na presença e mesmo vitória de "A Zona de Interesse", que apesar de ser uma candidatura da Grã-Bretanha, é falado em alemão e polaco, já que a história se centra na "banal" vida da família do comandante do campo de extermínio nazi de Auschwitz.

Via Netflix, "A Sociedade da Neve" (Espanha) parece ser outra aposta segura, tanto mais que deve entrar noutras categorias técnicas, enquanto "20 Days in Mariupol" (Ucrânia) pode ter uma dupla nomeação, uma vez que se também se prevê a candidatura para Melhor Documentário. O mesmo pode acontecer a "Quatro Filhas" (Tunísia), embora as hipóteses pareçam mais remotas.

"A Sociedade da Neve"

Conseguirá "A Sala de Professores" (Alemanha) confirmar as apostas de que é um dos preferidos após uma intensa campanha? E "O Sabor da Vida" (França) conseguirá ser um dos cinco nomeados quando todas as atenções estão centradas no outro filme francês, "Anatomia de uma Queda", que não foi escolhido como candidatura apesar de ser o vencedor da Palma de Ouro do Festival de Cannes?

Mas não faltam outros candidatos fortes, como "Dias Perfeitos" (Japão), descrito como um dos melhores filmes em muitos anos de Wim Wenders. Ou "Eu, Capitão" (Itália), de Matteo Garrone, e "Folhas Caídas" (Finlândia), de Aki Kaurismäki.

"Homem-Aranha: Através do Aranhaverso" e "O Rapaz e a Garça"

Para Melhor Longa-Metragem de Animação não faltará certamente o grande favorito "Homem-Aranha: Através do Aranhaverso" (onde um dos realizadores é o português Joaquim Dos Santos). E como tem acontecido ao longo da temporada, terá a companhia de "O Rapaz e a Garça", do lendário mestre japonês Hayao Miyazaki.

Apesar de não ter sido nomeado para Melhor Filme nos Annie (os "Óscares da animação"), "Elemental", da Pixar, parece uma candidatura sem risco de falhar.

Para as duas vagas que restam na categoria espreitam "Tartarugas Ninja: Caos Mutante", "Nimona" (o mais nomeado nos Annie), "A Fuga das Galinhas: Estamos Fritas", "Super Mario Bros. - o Filme", "Suzume" e "Robot Dreams".

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.