Com os sucessivos adiamentos de filmes e a decisão da Disney de passar a animação da Pixar "Soul - Uma Aventura com Alma" dos cinemas para o streaming, a única grande produção com potencial para arrecadar muitos milhões nas bilheteiras ainda prevista para chegar aos cinemas este ano é "Mulher-Maravilha 1984", a 25 de dezembro.

Ao filme de super-heróis liderada por Gal Gadot juntam-se, com menos expectativas, a animação "Os Croods - Uma Nova Era" (3 de dezembro em Portugal), a comédia "Free Guy" com Ryan Reynolds, e o regresso de Kenneth Branagh como o famoso detetive Poirot e um grande elenco de estrelas em "Morte no Nilo" (18 de dezembro).

Mas as datas estão longe de estar seguras, uma vez que a pandemia não dá sinais de diminuir nos EUA (ainda não reabriram os cinemas de Los Angeles, Nova Iorque e São Francisco, que constituem 25% das bilheteiras) e os casos de infeções estão a aumentar por todo o mundo.

No meio da incerteza, há uma constatação: os adiamentos congestionaram a agenda de Hollywood para 2021 e 2022, onde estavam filmes que já estão prontos ou em diferentes fases de pós-produção e outros que retomaram recentemente as rodagens após a paragem forçada em março.

A situação destaca-se nos filmes de super-heróis, o género mais lucrativo nas bilheteiras: segundo a publicação Variety, depois da seca forçada virá uma "enxurrada" de 12 filmes para os cinemas, por agora "encavalitados" entre março de 2021 e julho de 2022, apenas 16 meses.

Entre Marvel, DC Films e Sony, e com datas nos EUA, a lista arranca com "Morbius" (19 de março de 2021) e seguem-se "Viúva Negra" (7 de maio), "Venom: Let There Be Carnage" (25 de junho), "Shang-Chi and the Legend of the Ten Rings" (9 de julho), "The Suicide Squad" (6 de agosto), "Eternals" (5 de novembro), "Homem-Aranha 3" (17 de dezembro), "Thor: Love and Thunder" (11 de fevereiro de 2022), "The Batman" (4 de março), "Doctor Strange in the Multiverse of Madness" (25 de março), "Black Panther II" (6 de maio) e "Captain Marvel 2" (8 de julho).

A seguir e até ao final de 2022 ainda estão anunciados a sequela da animação "Homem-Aranha: No Universo Aranha" (7 de outubro), "The Flash" (4 de novembro) e "Aquaman 2" (16 de dezembro).

Esta agenda não inclui outras grandes produção também previstas para estrear pela mesma altura, como "Velocidade Furiosa 9", "Mundo Jurássico 3", "Top Gun: Maverick",  Missão: Impossível 7", "Monstros Fantásticos 3" ou "Matrix 4".

A Variety nota que esta agenda de Hollywood deverá voltar a ser afetada pela pandemia, com as grandes produções vulneráveis a atrasos e paragens nas rodagens (como aconteceu com "The Batman", após o teste positivo de Robert Pattinson à COVID-19) e os estúdios de efeitos especiais pressionados pela quantidade de projetos para completar num período de tempo tão concentrado.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.