Os nomeados nas 23 categorias dos Prémios Sophia 2019 foram anunciados hoje, ao final da tarde, na Cinemateca Portuguesa, em Lisboa. “Parque Mayer” é o filme mais nomeado, com 15 indicações, seguido de “Pedro e Inês”, com dez, e de “Cabaret Maxime”, “Soldado Milhões” e “Raiva”, com nove cada um.

Na categoria de Melhor Filme, “Parque Mayer”, um filme de época sobre o teatro de revista e o Estado Novo, compete com “Cabaret Maxime”, um policial vagamente inspirado na história do Cabaret Maxime, “Raiva”, uma adaptação ao cinema do romance “Seara de Vento", de Manuel da Fonseca, e “Soldado Milhões”, sobre o soldado português Aníbal Milhais, que combateu na Primeira Guerra Mundial.

“Parque Mayer” valeu a António-Pedro Vasconcelos, uma nomeação na categoria de Melhor Realizador, na qual compete com António Ferreira (“Pedro e Inês”), Bruno de Almeida (“Cabaret Maxime”) e Sérgio Tréfaut (“Raiva”).

A 11.ª longa-metragem de António-Pedro Vasconcelos faz o pleno nas categorias de representação com Daniela Melchior (Melhor Atriz Principal), Francisco Froes (Melhor Ator Principal), Alexandra Lencastre e Carla Maciel (Melhor Atriz Secundária) e Miguel Guilherme (Melhor Ator Secundário).

Disputam ainda a categoria de Melhor Atriz Principal: Ana Padrão (“Cabaret Maxime”), Isabel Ruth (“Raiva”) e Joana de Verona (“Pedro e Inês”).

Na categoria de Melhor Ator Principal estão ainda nomeados Adriano Carvalho (“Vazante”, filme da realizadora brasileira Daniela Thomas), Diogo Amaral (“Pedro e Inês”) e Hugo Bentes (“Raiva”).

Pelo prémio de Melhor Atriz Secundária competem ainda Ana Bustorff (“Ruth”) e Beatriz Batarda (“Colo”) e, pelo de Melhor Ator Secundário, Adriano Luz (“Raiva”), Cristóvão Campos (“Pedro e Inês”) e Dmitry Bogomolov (“Carga”).

“Correspondências”, de Rita Azevedo Gomes, “Doutores Palhaços”, de Hélder Faria e Bernardo Lopes, “Luz Obscura”, de Susana Sousa Dias, e “Labirinto da Saudade”, de Miguel Gonçalves Mendes, estão na corrida pelo prémio de Melhor Documentário em Longa-Metragem.

Além dos nomeados nas 23 categorias, foram também anunciados os nomes dos dois homenageados do Prémio Carreira 2019 - os atores Lia Gama e Pedro Éfe – e entregues os Prémios de Melhor Cartaz de Cinema e, pela primeira vez, o Prémio Técnico.

O Prémio de Melhor Cartaz foi atribuído ao designer Firdaus Mustapa, pelo cartaz do filme “Carga”, tendo sido ainda entregues prémios aos segundo e terceiro lugares, respetivamente para o cartaz de “O Labirinto da Saudade” (Ana Rita Contente) e “O Caderno Negro” (Catarina Sampaio).

O ‘re-recording mixer’ Nuno Fonseca, recebeu o Prémio Técnico, que lhe foi atribuído pela Direção da Academia Portuguesa de Cinema “por unanimidade, reconhecendo-lhe génio e criatividade, na técnica que desenvolveu para aplicar conceitos de computação gráfica ao som através de software de áudio 3D”.

A 7.ª cerimónia de entrega dos Prémios Sophia 2019 está marcada para 24 de março no Casino Estoril, Cascais.

A lista completa de nomeados aos Prémios Sophia 2019:

Melhor Documentário em Longa-Metragem:

“Correspondências”, de Rita Azevedo Gomes

“Doutores Palhaços”, de Hélder Faria e Bernardo Lopes

“Luz Obscura”, de Susana Sousa Dias

“O Labirinto da Saudade”, de Miguel Gonçalves Mendes

Melhor Filme:

“Cabaret Maxime”

“Parque Mayer”

“Raiva”

“Soldado Milhões”

Prémio Sophia Estudante:

“Bruma”, de Sofia Cachim, Daniela Santos, Gabriel Peixoto e Mónica Correia – Escola das Artes - Univ Católica Portuguesa

“No Fim do Mar”, de João Monteiro - ESAP - Escola Superior Artística do Porto

“O Chapéu”, de Alexandra Allen - Instituto Politécnico do Cávado e do Ave

“Terra Ardida”, de Francisco Romão – ETIC

Melhor Série/Telefilme:

“3 Mulheres”, de Fernando Vendrell – David e Golias

“Circo Paraís”, de Tiago Alvarez Marques – Vende-se Filmes

“Sara”, de Marco Martins – Ministério dos Filmes

“Soldado Milhões”, de Jorge Paixão da Costa e Gonçalo Galvão Teles – Ukbar Filmes

Melhor Direção de Fotografia:

Acácio de Almeida – “Raiva”

José António Loureiro – “Soldado Milhões”

Paulo Castilho – “Pedro e Inês”

Rui Poças – “ZAMA”

Melhor Canção Original:

“Arabic Soul” - Letra e música Tomás Gomes – “Colo”

“Cudin” - Composição por Miguel Moreira aka Tibars e Vasco Viana – “Djon África”

“Duelo Ao Sol” - Composição por Xutos e Pontapés – “Linhas de Sangue”

“Liberdade e Alegria” - Letra: António-Pedro Vasconcelos, música: José M. Afonso – “Parque Mayer”

Melhor Argumento Adaptado:

António Ferreira e Glória M. Ferreira, adaptado do livro A Trança de Inês de Rosa Lobato de Faria – “Pedro e Inês”

Carlos Saboga, adaptado de livro Negro De Padre Dinis de Camilo Castelo Branco – “O Caderno Negro”

João Milagre e Fátima Ribeiro, adaptado a partir da obra de Virgílio Ferreira – “Aparição”

Sérgio Tréfaut, Fátima Ribeiro, adaptado da obra Seara de Vento de Manuel da Fonseca – “Raiva”

Melhor Argumento Original:

Bruno de Almeida e John Frey – “Cabaret Maxime”

Jorge Paixão da Costa e Mário Botequilha – “Soldado Milhões”

Leonor Pinhão – “Ruth”

Tiago R. Santos – “Parque Mayer”

Melhor Banda Sonora Original:

José M. Afonso – “Parque Mayer”

Luís Pedro Madeira – “Pedro e Inês”

Manuel João Vieira – “Cabaret Maxime”

The Legendary Tigerman – “Ruth”

Melhor Montagem:

António Ferreira – “Pedro e Inês”

Bruno De Almeida e Pedro Ribeiro – “Cabaret Maxime”

João Braz – “Soldado Milhões”

Pedro Ribeiro – “Parque Mayer”

Melhor Maquilhagem e Cabelos:

Abigail Machado e Mário Leal – “Parque Mayer”

Emmanuelle Fèvre – “Raiva”

Maria José Silvestre – “Ruth”

Nuno Esteves “Blue” – “Cabaret Maxime”

Melhor Guarda Roupa:

Joana Cardoso – “Soldado Milhões”

Lucha D'Orey – “Ruth”

Maria Gonzaga – “Parque Mayer”

Sílvia Grabowski – “Pedro e Inês”

Melhor Realizador:

António Ferreira – “Pedro e Inês”

António-Pedro Vasconcelos – “Parque Mayer”

Bruno de Almeida – “Cabaret Maxime”

Sérgio Tréfaut – “Raiva”

Melhor Som:

Olivier Blanc, Bruno Tarrière – “Raiva”

Pedro Melo, Branko Neskov, Ivan Neskov e Elsa Ferreira – “Soldado Milhões”

Pedro Melo & Miguel Martins – “Cabaret Maxime”

Vasco Pedroso, Branko Neskov, Elsa Ferreira – “Parque Mayer”

Melhor Direção Artística:

Clara Vinhais – “Parque Mayer”

Isabel Branco – “O Caderno Negro”

Joana Cardoso – “Soldado Milhões”

João Torres – “Cabaret Maxime”

Melhores Efeitos Especiais/Caracterização:

Filipe Pereira e Manuel Jorge – “Soldado Milhões”

Júlio Alves – “Pedro e Inês”

Olga José – “Carga”

Rita De Castro E Nuno Esteves "Blue" – “Linhas de Sangue”

Melhor Atriz Principal:

Ana Padrão – “Cabaret Maxime”

Daniela Melchior – “Parque Mayer”

Isabel Ruth – “Raiva”

Joana de Verona – “Pedro e Inês”

Melhor Ator Principal:

Adriano Carvalho – “Vazante”

Diogo Amaral – “Pedro e Inês”

Francisco Froes – “Parque Mayer”

Hugo Bentes – “Raiva”

Melhor Atriz Secundária:

Alexandra Lencastre – “Parque Mayer”

Ana Bustorff – “Ruth”

Beatriz Batarda – “Colo”

Carla Maciel - “Parque Mayer”

Melhor Ator Secundário:

Adriano Luz – “Raiva”

Cristóvão Campos – “Pedro e Inês”

Dmitry Bogomolov – “Carga”

Miguel Guilherme – “Parque Mayer”

Melhor Documentário em Curta-Metragem:

“Kids Sapiens Sapiens”, de António Aleixo

“Pele de Luz”, de André Guiomar

“Russa”, de João Salaviza e Ricardo Alves Jr.

“Sombra Luminosa”, de Mariana Caló e Francisco Queimadela

Melhor Curta-Metragem de Ficção:

“Aquaparque”, de Ana Moreira

“Como Fernando Pessoa Salvou Portugal”, de Eugène Green

“Sleepwalk”, de Filipe Melo

“Terra Amarela”, de Dinis M. Costa

Curta-Metragem de Animação:

“Agouro”, de David Doutel e Vasco Sá

“Entre Sombras”, de Mónica Santos e Alice Guimarães

“Porque É Este O Meu Ofício”, de Paulo Monteiro

“Razão Entre Dois Volumes”, de Catarina Sobral

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.