Menos de dez segundos levaram os ativistas dos direitos dos transexuais a não estarem entre os fãs do trailer de "Zoolander 2" e a apelarem ao boicote numa petição que já recolheu milhares de assinaturas.

A causa é um modelo andrógino interpretado por Benedict Cumberbatch, descrito como o maior super modelo do mundo, que está a ser vista como uma forma de gozar com as pessoas transexuais e andróginas.

A personagem, que se chama All [Tudo], aparece apenas por breves instantes no trailer com uma longa peruca, sobrancelhas rapadas e um casaco de peles e Zoolander (Ben Stiller) pergunta se se trata de um modelo ou uma modelo.

A resposta é "All is all" [All é tudo], a que se segue uma frase de Owen Wilson que causou ainda mais indignação: "Acho que o que ele está a perguntar é se tens uma salsicha ou um pãozinho".

“A personagem de Cumberbatch é claramente retratado como uma troça caricatural e exagerada dos indivíduos andróginos/trans/não-binários". Trata-se do equivalente moderno de pintar a cara de negro para representar uma minoria", assinada a petição que já ultrapassou os 11 mil subscritores.

Jennie Kermode , presidente da Trans Media Watch, disse compreender que a intenção é mostrar personagens superficiais, mas reforçou que a representação era prejudicial pois se tratatava de um estereótipo tão específico quando existe tão pouca diversidade nas personagens dos filmes de Hollywood.

"Zoolander 2", que estreia a 18 de fevereiro de 2016 em Portugal, mostra a personagem interpretada por Ben Stiller a sair da reforma para ajudar a encontrar um assassino que está a matar as "pessoas mais belas do mundo", que imitam o famoso olhar "blue steel" do antigo super modelo ao morrerem.

Veja o trailer em causa.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.