No final do século XXI, uma equipa de exploradores descobre uma pista para as origens da humanidade na Terra, que os leva numa viagem aos recantos mais negros do universo. Aí, deverão entrar numa batalha terrível para salvar o futuro da raça humana.

Este é a primeira sinopse de
«Prometheus», o novo filme de
Ridley Scott, em que o realizador britânico regressa ao universo do filme que o catapultou para a fama,
«Alien, o 8º Passageiro», a sua segunda longa-metragem, estreada em 1979. A fita ainda está envolta em segredos, com o realizador a sublinhar continuamente que não se trata de uma sequela ou prequela direta de «Alien» mas sim de uma película que se passa no «mesmo universo» daquele e que partilha «alguns dos seus traços de ADN».

O projeto arrancou efetivamente como uma prequela de
«Alien», cuja ação se passava 30 anos antes da do primeiro filme, mas a evolução do processo levou a um afastamento dessa premissa. Agora, tanto quanto se sabe, «Prometheus» será um filme sobre a origem da vida humana, que cobre um grande período de tempo, e que terá uma ligação ténue a «Alien»: embora se passe no mesmo universo e explique eventualmente pormenores do primeiro filme, segue uma linha de argumento completamente diferente e individualizado do da série.

Ainda assim, a ligação ao primeiro filme é fortalecida pelo «trailer» inicial de «Prometheus», que introduz o título do filme de forma idêntica ao que o fizera o trailer de 1979 de
«Alien, o 8º Passageiro».

O elenco integra
Noomi Rapace (a Lisbeth Salander da versão sueca de «Millennium»),
Michael Fassbender (como um andróide),
Guy Pearce,
Idris Elba e
Charlize Theron.

«Prometheus» tem estreia internacional agendada para junho de 2012.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.