Más notícias para Idris Elba (50 anos), Tom Hardy (45) e provavelmente Henry Cavill (39): os produtores da saga "James Bond" estão à procura de um ator para os próximos 10-12 anos.

Após a despedida de Daniel Craig em "007: Sem Tempo Para Morrer", as decisões sobre o futuro passarão principalmente por duas pessoas: Barbara Broccoli e o seu meio-irmão Michael Wilson, que estão à frente da Eon Productions, a produtora dos filmes desde 1962 e que se mantém uma empresa "familiar", a salvo de qualquer aquisição.

Em declarações no final de agosto só agora reveladas pela revista Variety, os produtores disseram que está "nos primeiros dias" e a decorrer de forma discreta a busca pelo sucessor de Daniel Craig para interpretar o espião mais famoso do mundo.

O favorito dos fãs parecia ser Idris Elba, mas o ator fez recentemente declarações interpretadas como estando a colocar-se fora da corrida.

À Variety, os produtores disseram que não tinham falado recentemente com Elba, mas entre vários elogios, disseram perceber a sua posição.

"A questão é que vão ser dois anos de pausa", disse Barbara Broccoli, repetindo declarações antigas de que a produção de um novo filme não vai avançar antes de 2024.

"E quando escolhemos Bond, trata-se de um compromisso de 10-12 anos. Portanto, ele provavelmente está a pensar, 'Será que quero mesmo esta coisa?'. Nem toda a gente quer fazer isso. Foi suficientemente difícil conseguir [que o Daniel Craig o fizesse]", explicou.

"E ele estava nos 30 e poucos na altura", acrescentou Michael G. Wilson.

Michael G. Wilson, Daniel Craig e Barbara Broccoli

Os produtores revelaram que ainda precisam explicar aos possíveis candidatos o que está à volta do papel mais importante de Hollywood: a maioria dos jovens atores acham que querem ser Bond, mas não percebem totalmente o caderno de encargos.

"Muitas pessoas pensam: ‘Ah, sim, seria divertido fazer um’. Bem, isso não vai funcionar", recordou Broccoli a rir.

A produtora acrescentou que o processo de "casting" não é apenas sobre um ator: "Trata-se de uma reinvenção e 'Para onde vamos?'. O que queremos fazer com a personagem? E depois, quando percebemos isso, quem é a pessoa certa para esta reinvenção específica".

"Com o Craig, quando tivemos a conversa nesta mesma mesa, sobre se ele ia fazer isto, ele disse 'Bem, vou fazê-lo. Quero realmente fazer parte disto, da coisa toda'. E ele viveu para se arrepender", recordou Broccoli outra vez a rir.

"Mas trata-se de um grande compromisso. Não é apenas aparecer para dois meses de rodagem", destacou.

E acrescentou: "Trata-se de uma evolução. Bond está a evoluir, tal como os homens estão a evoluir. Não sei quem é que está a evoluir mais depressa".

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.