O documentário "Jia Zhang-Ke, Um Homem de Fenyang", de Walter Salles, sobre o cineasta chinês, estreia-se hoje, no Espaço Nimas, em Lisboa, e a sessão das 19:00 conta o realizador brasileiro, para apresentar o seu filme.

Jia Zhank-Ke, "um dos maiores cineastas da actualidade, fundamental para percebermos o nosso tempo, é admirado, desde o início da sua carreira, por nomes como Martin Scorsese", e "tem aqui o grande documentário sobre a sua obra", escreve a distribuidora Medeia, que apresenta o filme em exclusivo no Nimas.

O realizador chinês ficou conhecido por obras como "Plataforma" (2000), "Natureza Morta" (2006), "24 City" (2008), "China - Um Toque de Pecado" (2013) e “As Cinzas Brancas Mais Puras" (2018). Salles, que dirigiu filmes como “Central do Brasil”, “Terra Estrangeira”, "Diários de Che Guevara", faz Jia Zhang-Ke regressar à província de Shanxi, no Norte da China, aos locais onde viveu e onde filmou, de modo a refletir sobre o próprio cinema, segundo a apresentação da obra. “Cada plano carrega uma memória”, disse Jia dos seus filmes.

"Jia Zhang-Ke, Um Homem de Fenyang" é uma “homenagem de um cinéfilo apaixonado”, disse Salles sobre a sua obra.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.