Com a pior afluência desde 7 a 10 janeiro de 2021, antes de voltarem a fechar por causa da pandemia, os cinemas portugueses esperam pelo fim da exigência de comprovativo de teste à COVID-19 ou a realização de autoteste para recuperarem espectadores.

Segundo os números mais recentes do ranking das bilheteiras divulgado pelo Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA), "Homem-Aranha: Sem Volta a Casa" foi o filme mais visto entre 30 de dezembro e 2 de janeiro, com 17.919 espectadores, o que representa 55,83% dos bilhetes vendidos para os 10 filmes mais vistos.

A grande distância, as posições seguintes foram ocupadas por "Cantar! 2" e "Matrix Resurrections", respetivamente com 3.122 e 2.972 espectadores.

A primeira estreia da semana, "Licorice Pizza", de Paul Thomas Anderson, não conseguiu melhor do que um sétimo lugar, com 1.371 espectadores.

Entre quinta-feira e domingo (com os cinemas fechados no sábado, primeiro dia do ano), foram vendidos 32.092 bilhetes, em contraste com os 128.994 que foram ao cinemas nos mesmos dias da semana anterior (22 a 26 de dezembro, com as salas fechadas no dia de Natal).

A quebra de 75,13% naquela que costuma ser uma das temporadas que leva mais pessoas ao cinema surgiu após a exigência de comprovativo de teste à COVID-19 ou a realização de autoteste para se ter acesso a partir de 26 de dezembro.

Apesar dos números de espectadores entre 22 a 26 de dezembro estarem inflacionados pelo sucesso de "Sem Volta a Casa", a quebra na afluência para os outros 9 filmes entre 30 de dezembro e 2 de janeiro é praticamente igual excluindo esses bilhetes: 74,58%.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.