Após ter desiludido ao conseguir pouco mais de 100 milhões de dólares nos primeiros quatro dias de estreia nos EUA (as primeiras previsões eram de 150 milhões), "Han Solo: Uma História de Star Wars" conseguiu 29,2 milhões no segundo fim de semana, um declínio de 65%.

O valor foi suficiente para manter o filme da Disney em primeiro lugar nas bilheteiras, mas apenas porque os estúdios rivais evitaram fazer concorrência no início de junho, esperando por esta altura um domínio total do "spinoff" da saga "Star Wars". Não foi isso que aconteceu e ao fim de dez dias, apenas conseguiu 148,8 milhões de dólares.

A nível internacional, a situação não é melhor: as receitas ficaram pelos 30,3 milhões e 115,3 milhões acumulados (em Portugal, não chegou aos 50 mil espectadores na primeira semana de estreia).

Tudo somado, são 264,1 milhões e acentuados sinais de declínio após a estreia em quase todos os mercados: "Han Solo", com um orçamento de 250 milhões de dólares e mais 150 gastos em marketing, não será rentável apenas com as receitas das bilheteiras.

Há uma semana, o chefe de distribuição da Disney já tinha dito que o estúdio ia refletir sobre a estratégia, mas agora até a maioria dos analistas acredita que o filme sobre a juventude de uma das personagens preferidas dos fãs apenas consiga cerca de 200 milhões nos EUA antes de sair das salas, uma situação inimaginável há apenas algumas semanas pois nem chegará ao valor dos primeiros três dias de estreia de "O Despertar da Força" (247,9 milhões) ou "Os Últimos Jedi" (220 milhões).

Em segundo lugar e muito perto de conquistar a liderança ficou "Deadpool 2", agora no seu terceiro fim de semana de exibição, com 23,3 milhões e 255 acumulados nos EUA, a que se juntam 344 até agora nos mercados internacional.

Com praticamente 600 milhões ao todo, o filme com o super-herói sempre com uma piada afiada na ponta da língua interpretado por Ryan Reynolds entrou no grupo dos 150 maiores sucessos de sempre.

O top de bilheteiras fechou com a estreia de "À Deriva" (2018), uma história de amor e sobreivência no oceano com Shailene Woodley e Sam Claflin, que conseguiu 11,5 milhões.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.