"Star Wars: Episódio IX" chega dentro de um ano e terá a última participação, a título póstumo, de Carrie Fisher como a General Leia Organa.

A atriz faleceu a 27 de dezembro de 2016, quando já tinha feito todas as cenas de "Star Wars: Episódio VIII - Os Últimos Jedi" (2017), mas nenhuma do último filme, onde a sua personagem ia ter um papel mais relevante.

O regresso será possível graças a imagens que ficaram de fora do "Episódio VII: O Despertar da Força" (2015) e não a efeitos especiais ou uma nova atriz, como salientou o realizador J.J. Abrams num comunicado em julho.

Agora, em entrevista à ABC News, o irmão Todd Fisher tranquilizou os fãs, garantindo que as imagens não vão parecer desfasadas do resto do filme.

"Existem muitos minutos de imagens. Não apenas regravações [de cenas do "Episódio VII"]. Trata-se de conteúdo novo, não usado, que pode ser entrelaçado na história. É isso que vai dar grande entusiasmo a toda a gente. Irá parecer que estava destinado. Como se tivesse sido filmado ontem", explicou.

"Não temos autorização para falar sobre os detalhes do que quer que seja, mas estamos entusiasmados com o que foi feito", salientou.

De acordo com pistas deixadas pelo ator John Boyega sobre a sua personagem aparecer com cabelo mais comprido, a história de "Star Wars: Episódio IX" irá dar um salto temporal em relação ao desfecho de "Os Últimos Jedi".

Ainda com Daisy Ridley, Adam Driver, Oscar Isaac, Mark Hamill, Anthony Daniels e muitos outros, a estreia está marcada para 19 de dezembro de 2019.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.