Apesar de ter no currículo filmes como "O Clube dos Poetas Mortos", "Jovens em Delírio", "Antes do Amanhecer" (e as aclamadas sequelas), "Dia de Treino" e "Boyhood", Ethan Hawke revelou que falhou imensas vezes na carreira por deixar bons projetos passarem-lhe ao lado.

Um deles ajudou imenso a carreira de Will Smith.

O ator revelou num talk-show britânico que aos vinte e poucos anos recusou fazer testes para o filme de ficção científica "O Dia da Independência" (1996) por arrogância depois de ler o argumento.

"Ninguém nos pode ensinar como escolher os papéis. Uma vez li o argumento de 'O Dia da Independência' e gozei-o porque era arrogante e achei-o péssimo. Quando o filme estreou, fui vê-lo com a minha namorada à espera que fosse horrível - e foi um sucesso gigantesco. Depois do filme, ela disse-me 'És um idiota.'", recordou.

"Estraguei as coisas tantas vezes", acrescentou o ator, agora com a experiência dos seus 47 anos.

Will Smith, que vinha da popular série "O Príncipe de Bel-Air" (1990-1996) e estava a dar os primeiros passos no cinema, aceitou o projeto ainda antes de "Os Bad Boys" (1995) se tornar um sucesso de bilheteira.

Quando "O Dia da Independência" estreou a 3 de julho de 1996, ele tornou-se efetivamente uma estrela de cinema, estatuto que se mantém até aos nossos dias.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.