A HISTÓRIA: Uma grávida com cancro em fase terminal deixa 18 presentes com um significado especial à filha, para esta abrir em cada aniversário até se tornar uma mulher.

"18 Dádivas" está disponível na Netflix.


Crítica: Hugo Gomes

Não tem contestação: as plataformas de streaming, muito por causa da sua acessibilidade, tornaram pequenas produções (e não estamos a reduzir isso a uma questão meramente orçamental) em grandes fenómenos de popularidade.

Eis que, depois do "remake" turco de "Milagre na Cela 7" [ler crítica], que apanhou boleia do confinamento e da fragilidade emocional dos espectadores para se transformar num assunto de conversa para milhares, chega-nos outro drama lacrimejante que dá pelo nome de “18 Dádivas”, filme italiano que cruza ilusões, diluições temporais, metafísica e muita emoção de fácil consumo para dar e vender.

Eis um filme calculista, que quer arrancar a lágrima ao público como quem rouba o doce a um bebé. E essa estratégia de ir diretamente ao coração faz-se pela mais destruidora das armas, o sempre identificável amor maternal (e claro, paternal à mistura).

É a família como "tour de force", com um brinde lá pelo meio que procura o efeito da "doença da semana". Ou seja, “18 Dádivas” é todo ele traçado, na sua teoria, para nos conquistar através de truques já comprovados.

O que falta mesmo saber é se a prática é melhor do que a encomenda. E nesse aspeto, em relação ao "Milagre na Cela 7", o realizador Francesco Amato constrói um filme numa linguagem bastante formatada e “profissional” (como manda a indústria audiovisual seguidora do seu restrito manual). Os atores, por sua vez, tentam levar o projeto a bom porto, não tornando a experiência milagrosa, mas digna de prestar o seu serviço num streaming de bom samaritano.

Resumidamente é a plataforma que o distingue, porque “18 Dádivas” é um mero telefilme, tanto na sua estrutura como na temática e ambição. Pode emocionar, mas não é isso que o torna em algo memorável para um futuro que se avizinha cada vez com menos filmes criativos e novas linguagens cinematográficas...

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.