O casal Rita Ora e Taika Waititi foi o escolhido para conduzir a edição de 2022 dos MTV Europe Music Awards, que decorrem este domingo, dia 13 de novembro, em Düsseldorf. Antes de voar até à cidade alemã, o cineasta da Nova Zelândia, conhecido por filmes como "O Que Fazemos nas Sombras", "Hunt for the Wilderpeople", "Jojo Rabbit" ou "Thor: Ragnarok", esteve à conversa com o SAPO Mag, em exclusivo nacional.

"Comparando com os prémios de cinema, os MTV EMAs são uma festa. Nos prémios de cinema todos são um pouco mais pomposos e todos são mais bem comportados - bem, nos bastidores do auditório também são muito mal comportados. Mas as cerimónias de prémios da música têm muito mais barulho e celebração. São um evento, quase um concerto, na verdade. E é o que mais gosto e estou ansioso", confessou o realizador.

À conversa com Taika Waititi:

Quando recebeu o convite para apresentar a cerimónia com Rita Ora, a sua namorada, Taika Waititi não pensou duas vezes na resposta. "Não fazia ideia de que ia acontecer. Eles [os agentes] entraram em contacto comigo e disseram que a MTV tinha estado a falar de nós, de mim e da Rita [Ora], para fazermos isto juntos. Estou na Nova Zelândia neste momento, por isso é uma viagem muito longa para mim. Mas disse que adorava fazer e que parecia ser uma grande ideia. Vai ser muito divertido. Por isso, para mim, foi muito rápido dizer que sim", conta.

Antes de entrar no Zoom para conversar com o SAPO Mag, o cineasta estava a trabalhar nas ideias para os MTV EMAs. "Estás a olhar para ele [o guião]. Estou a preparar, tenho uns papéis e estou a escrever umas piadas. Ainda está vazio, mas temos alguém a escrever a base de todo o espetáculo e, por isso, vamos olhando para o guião todos os dias e depois fazemos algumas alterações", explica.

"Queremos ser divertidos. Depois da pandemia, é bom voltar a ter toda a gente na sala. No ano passado foi a primeira vez, acho eu, que muitas pessoas estiveram juntas depois da pandemia e algumas estavam um pouco assustadas. Agora toda a gente pode relaxar um pouco mais", acrescenta Taika Waititi. "A Rita já fez isto antes e, por isso, vou seguir o exemplo e aceitar os concelhos dela", brinca, avisando que não vai cantar.

Rita Ora e Taika Waititi apresentam edição de 2022 dos MTV EMAs

"Acho que a Rita poderá cantar, mas não sei. Mas o essencial, como ela diz, é que todos se divirtam e aproveitem a noite. Mais uma vez, não é algo tão série como os outros prémios, o que é ótimo. Não temos de levar tudo tão a série", sublinha o cineasta da Nova Zelândia.

"Não posso contar nada sobre as surpresas porque ainda estamos a terminar isso. Mas será uma grande celebração da música, da indústria da música e da música na Europa. Acho que temos de celebrar a arte, precisamos de celebrar a música porque tivemos anos intensos e este é o momento de festejar", remata Taika Waititi.

A PLAYLIST DE

Taika Waititi

Que canções estão na sua playlist?

"Hum... a minha playlist está cheia de canções dela [da filha]. O que temos no meu carro? Ando a ouvir... não me lembro do nome... mas é 'Three nights at the motel/ Under streetlights' ["3 Nights", de Dominic Fike]. Mas há mais, aquelas coisas que os jovens ouve. E depois tento ouvir The Clash ou David Bowie.

Uma canção para dançar

A 'Modern Love', do David Bowie. É uma grande canção.

Uma canção para chorar

'This Woman's Work', da Kate Bush.

Um álbum marcante

Um álbum da minha vida? Ontem tive um sonho e estava a cantar muitas canções do Bob Dylan no sonho. Acho que a sua música esteve sempre presente durante toda a minha vida. A dele e do Leonard Cohen.

Melhor concerto

O melhor concerto que já vi... acho que foi do Leonard Cohen.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.