O trabalho de Calhau! é feito com base na produção de serigrafias, instrumentos musicais, textos, guarda-roupa/caracterização e apresentação pública de projeções de filmes, concertos, performances e 'lectures', evocando várias referências, que vão desde Lygia Clark a Raymond Roussel.

"Aceites como sedutoramente bizarros no seio da música independente e eticamente comprometidos com o humor e o ‘saber fazer em contingência’ no tecido das artes visuais, o par prossegue o seu percurso perpassado por constante arrojo e pertinência", detalha a promotora.

Cofundadores do estúdio de artes gráficas Oficina Arara, no Porto, apresentaram-se ao longo dos últimos anos em festivais de síntese performativa medial, como o portuense Trama ou o italiano NETMAGE.

Participaram ainda nas Residências ZDB, de 2009, e na 10ª edição do Prémio União Latina, com a sua peça musical e com recurso a um coro levada à cena no Centro Cultural de Cascais, assim como a residência artística no Atelier MTK em Grenoble, França, cidade "onde adquiriram vasto conhecimento de trabalho em película para proveito da sua produção fílmica", indica ainda a promotora.

Em 2011 lançaram o seu primeiro LP intitulado "Quadrologia Pentacónica", na editora portuguesa Rafflesia.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.