A Sony anunciou dia 3 de Outubro o lançamento de gravadores de discos ópticos de alta definição do
padrão Blu-ray no Japão em dezembro, a tempo do pico da temporada de compras do final de ano e cerca de um mês depois da sua rival Matsushita Electric Industrial.


As acções da Sony caíram 2,75 % , para a cotação mais baixa em nove meses, após o banco de investimento Goldman Sachs reduzir as projecções de lucro e rebaixar a recomendação dos papéis, de "compra" para "neutro".

Está em jogo não só o domínio do hardware e software de DVDs da próxima geração, mas a reputação da Sony como fabricante de alta eficiência, com capacidade de levar produtos de qualidade ao mercado de acordo com os cronogramas estabelecidos.

A Sony, cuja imagem forte da marca no passado permitia que cobrasse valores significativos pelo seus produtos, foi seriamente prejudicada por uma série de revezes nos últimos meses, entre os quais as ordens de recolhimento de mais de sete milhões de baterias com defeitofabricadaspara produtores de computadores pessoais, bem como o adiamento do lançamento da sua muito aguardada consola de jogos PlayStation 3 na Europa.




A empresa, que há muito perdeu a liderança dos seus históricos aparelhos portáteis de música
Walkman para o iPod, da Apple, precisa agora de garantir um lançamento tranquilo para os seus gravadores avançados, a fim de reconquistar a confiança dos consumidores quanto à sua eficiência tecnológica.


"Consideramos os gravadores de blu-ray como um produto essencial para que as pessoas possam desfrutar de programas de TV, fotos e filmes de alta definição nas suas casas", disse aos jornalistas Kiyoshi Nishitani, vice-presidente da Sony.

Empresas na área electrónica como a Sony ou a Matsushita, produtora da marca Panasonic, têm promovido o padrão Blu-ray para a próxima geração de discos ópticos, enquanto que a Toshiba lidera o grupa das empresas que propõe a tecnologia rival, HD DVD.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.