Organizado pela Associação Portuguesa da Viola d’Arco (APVdA), que desde 2001 reúne músicos daquele instrumento, com o apoio da sala de espetáculos portuense, o concerto contou com a presença de mais de 40 violetistas profissionais, com professores de outras tantas escolas de música de todo o país.

«O maior conjunto de violas consistiu em 321 músicos e foi atingido pela Associação Portuguesa da Viola d’Arco na Sala Suggia da Casa da Música no Porto, em Portugal, a 19 de março de 2011», pode ler-se no certificado do Guinness.

Na altura, o presidente da APVdA, Jorge Alves, traçou o bilhete de identidade da viola d’arco para a Lusa:

«É um instrumento que pertence à família das cordas friccionadas, em que também se encontram o violino, o violoncelo e o contrabaixo e que, normalmente, nos 'ensembles' faz a voz do tenor, embora tenha algumas características do alto».

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.