"Temos uma oportunidade incrível de ajudar a percepção sobre os Estados Unidos e a comunidade LGBT com esta hstórica visita", afirmou Chase Maggiano, diretor executivo do coro, que existe desde 1981.

O coro será acompanhado pela organização juvenil Youth For Understanding e vai tentar chamar a atenção para os problemas da comunidade homossexual num país onde os gays foram perseguidos depois da revolução de 1959.

O grupo também se reunirá com funcionários do Centro Nacional de Educação Sexual (CENESEX), uma instituição dirigida pela psicóloga Mariela Castro, filha do presidente cubano Raúl Castro).

@AFP

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.