“Para mim é uma estreia, e estou com alguma espectativa. O Marco Rodrigues já atuou no Brasil, nomeadamente como convidado da brasileira Maria Gadú, o ano passado", disse à agência Lusa Luísa Rocha, que adiantou que irá "interpretar alguns temas em duo, como ‘Nem às paredes confesso’, que é muito conhecido no Brasil”.

A fadista está a preparar um novo álbum, novamente com produção de Carlos Manuel Proença, que assinou também a produção do seu álbum de estreia, “Uma Noite de Amor", saído em 2011.

Em “Noite de Amor”, Luísa Rocha registou, entre outros, “Por uma noite de amor”, “Sem ti”, "Promete, jura", "Guitarrada e Fado em Clave Sol" e “Toada do Desengano”, entre outros.

Quanto ao próximo álbum, “a sair provavelmente no princípio do próximo ano”, a fadista adiantou que irá gravar um poema de António Rocha, do qual muito se orgulha. “Será um álbum em que irei equilibrar fados musicados com fados tradicionais, e conto com uma letra de António Rocha, que me enche de orgulho”, disse.

Marco Rodrigues, que atua no mesmo espetáculo, já recebeu um prémio Amália Revelação, em 2007, e editou este ano o seu segundo álbum, "Entre Tanto".

Neste disco, Marco Rodrigues resgatou, para o repertório fadista, um poema do escritor barroco Francisco Rodrigues Lobo, “Coração, olha o que queres”, musicado por Custódio Castelo.

Do alinhamento do CD, editado pela Universal Music, constam, entre outros, os fados “Sem razão”, do repertório de Amália Rodrigues, e “Lisboa às 00:00”, de Artur Ribeiro, assim como “Que tom é que o fado tem”, “A noite vai, o fado vem”, “Quando o fim volta ao início” e “Do Chiado ao Bairro Alto”.

Os dois fadistas serão acompanhados à guitarra portuguesa por Pedro Viana e, à viola, por Nelson Aleixo.

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.