Gregory Porter, que editou em setembro o terceiro álbum, "Liquid Spirit", o primeiro pela Blue Note, estará nos próximos dias em digressão pela Europa, começando pelo Centro Cultural de Belém no dia 9 e pela Casa da Música no dia 11.

O músico tem apenas três discos editados, desde que se estreou em 2010 com "Water", mas foi agora com "Liquid Spirit" que chamou mais a atenção da imprensa norte-americana - como o New York Times, a revista Downbeat e a NPR - que o considera "o próximo grande cantor de jazz", influenciado pelo gospel, soul e r&b.

Gregory Porter, duas vezes nomeado para os prémios Grammy, assina a maioria das composições de "Liquid Spirit", nas quais relata experiências pessoais, aborda a infância e expõe as suas opiniões sobre a atualidade.

A par dos elogios - e das comparações, por exemplo, com Nat King Cole, que ouvia em criança - Gregory Porter tem sido ainda acarinhado por outros artistas, como Dee Dee Bridgewater ou Dianne Reeves, que o convidou para o seu próximo trabalho discográfico.

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.