O espetáculo intitula-se “L’union des contrastes” e, segundo comunicado da sala parisiense, trata-se de uma “partilha de saberes entre o fado e a morna, entre Portugal e Cabo Verde”.

Joana Amendoeira, que recentemente atuou no Casino Barrière de Montreux, na Suíça é acompanhada pelos músicos Pedro Amendoeira (guitarra portuguesa), Rogério Ferreira (viola) e Fernando Nani (viola baixo).

“Nos raça” (1995) foi o primeiro álbum de Nancy Vieira que, em 2003, integrou o elenco de “Women of Cape-Vert”, espetáculo realizado em Londres.

Entretanto, a cantora gravou o seu segundo álbum, “O mundo inteiro”, com produção de Toy Vieira.

Musicalmente, além das coladeras, mornas e funanás, ritmos tradicionais cabo-verdianos, Nancy Vieira propõe um cruzamento com outras sonoridades que também aportaram a Cabo Verde, vindas do outro lado do Atlântico, designadamente do Brasil, como o samba e a bossa nova, mas também o landón, do Peru, ou danzón e son, da Ilha de Cuba.

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.