A cantora fez a revelação num programa da CNN, e afirmou também que Michael lhe tinha revelado que era um alvo: “O Michael disse-me que o iam matar. Ele estava com medo. Estava com medo pela sua vida. Nunca pensaria de forma diferente.”

“Certas pessoas entram nas nossas vidas, arranjam maneira dese inserirem, de te controlar, manipular, gerir as tuas finanças, e és obrigado a fazer o que ele mandam” afirmou a cantora, declarando ainda que: “Isto era o que o Michael estava a passar e sabia que tudo que lhe estava a acontecer não era azar.”

Entretantoo julgamento do médico Conrad Murray referente ao homicídio de Michael Jackson foi adiado para Setembro.

Paulo Costa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.