De acordo com o músico, a banda de Bono é a “mais fixe”, tendo a sua jogada promocional inspirado-o “imensamente”.

“Eu acho que os U2 são os mais fixes… Estamos em 2014 e qualquer um que pense fora da caixa ou que tente, de alguma maneira ou forma, quebrar o status quo no mundo da música, deveria ser aplaudido”, revelou, numa entrevista à “Billboard” centralizada no tema “Marcas na Música”.

O baterista acrescentou: “Para mim, não se trata de saber se a estratégia é um sucesso ou não. É o facto de eles terem os tomates e a visão para fazerem algo tão radical connosco. Nós estamos embebidos no nosso processo criativo neste momento e este tipo de tentativa de reinventar a roda inspira-me imensamente”.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.