"Não posso cantar, fui proibido, porque não posso forçar o pulmão, disse-me a equipa médica", revelou o artista ao canal. "Peço desculpa, porque amo cantar. Sou muito feliz a cantar e, o mais breve possível, vai acontecer. Só assim fico completo, a cantar”, acrescentou Marco Paulo.

O cantor revelou ainda que vai seguir com tratamentos de quimioterapia. "Não estava à espera de voltar a fazer, mas o meu pulmão precisa e eu preciso de curar esse problema que é o tumor. Se tenho de fazer, eu vou fazer. Por isso é que os médicos dizem que seu sou um bom doente. […] Ninguém gosta de estar doente, nem de estar no hospital. Eu também não posso dizer que gosto de estar doente. Custa muito estar doente, mas temos de ajudar quem está a tratar. É meio caminho andado para a cura”, sublinhou.

"Às vezes, quando terminava os programas eu sentia-me muito cansado e não sabia porquê. Até que num dos exames que eu fiz, o pulmão direito estava com líquido, portanto não me deixava respirar. O pulmão que está bom estava em esforço, não me ajudava muito. Temos dois pulmões porque são necessários no nosso corpo", contou.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.