O programa do concerto é constituído por obras de George Gershwin, Artie Shaw, Débora Gurgel e do próprio Laginha.

Laginha, de 54 anos, estreou o "Decateto", composição de sua autoria, em 1987, ano em que foi considerado pela crítica portuguesa o melhor intérprete português de jazz.

O músico tem editados cerca de 30 álbuns, entre gravações a solo, com a cantora Maria João, e em agrupamentos diversos.

O mais recente disco, "Terra Seca", saiu em dezembro último, e serviu de apresentação do seu trio, constituído com o guitarrista Miguel Amaral e o contrabaixista Bernardo Moreira. Este trio abriu esta semana a Mostra Portuguesa em Madrid.

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.